quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Mais meia-dúzia de Sextas Culturais!


15 JANEIRO 2010 -
Orquestra de Jazz de Matosinhos
É portuguesa uma das mais prestigiadas big bands de jazz a nível mundial: a Orquestra de Jazz de Matosinhos, sob a direcção de Carlos Azevedo e Pedro Guedes, apresenta em Águeda um programa especial dedicado a Duke Ellington, Count Basie, Glen Miller e Benny Goodman, revivendo muitas décadas depois, os anos pioneiros do swing. O jazz também se dança? Aquele que vai abrir as Sextas Culturais, sim. A Orquestra de Jazz de Matosinhos mostra, neste concerto, além de um inigualável poderio sonoro, uma notável capacidade de mergulhar na história do jazz e de fazer o público reviver ambientes inesquecíveis. No Cine-Teatro São Pedro como no Carneggie Hall em Nova Iorque.

12 FEVEREIRO
2010 - Júlio Pereira
Inconfundível, Júlio Pereira supera-se a cada novo projecto. Grande responsável, com discos marcantes, pela revitalização dos cordofones tradicionais portugueses, sempre os submeteu à frescura de novas soluções acústicas. No último álbum “Geografias”, com Sofia Vitória e Miguel Veras, parece condensar todo o património estético de trinta anos de carreira. Ao centro, um bandolim e o seu tocador. À volta, o pulsar contemporâneo da diversidade, eterna ousadia de um músico generoso e genial. O concerto de Júlio Pereira nas Sextas assinala a maturidade da tournée “Geografias”, nas vésperas do lançamento do seu próximo projecto, do qual desvendará em Águeda os primeiros traços.

12 MARÇO
2010 - Bernardo Sassetti Trio
Um piano às mãos de Sassetti não é um piano, é a própria música! Com formação clássica, Bernardo enveredou por uma carreira de pianista de jazz e só mais tarde, como sublime compositor, se descobriu na música para cinema. Se tanto na cena nacional e internacional a obra de Sassetti tem merecido louvores de primeira linha, em Portugal os seus concertos são raras oportunidades. Águeda vai ter uma delas. Bernardo Sassetti regressa ao palco do Cine-Teatro São Pedro, agora em trio com Carlos Barreto (contrabaixo) e Alexandre Frazão (bateria), os seus mais telepáticos parceiros, na semana de lançamento do novo disco “Motion” em Lisboa, Porto e Águeda.

9 ABRIL
2010 - Aduf
José Salgueiro é, já o sabemos, um dos mais impressionantes e versáteis percussionistas portugueses. Mestre-de-cerimónias de um projecto que concebeu há uma década atrás para a Expo’98, Salgueiro fez agora renascer Aduf com a cumplicidade musical de José Peixoto, até então guitarrista dos Madredeus. A partir da inspiração visual do adufe, instrumento de percussão de forma quadrada, tradicionalmente tocado por mulheres na Beira Baixa mas de origem árabe, este espectáculo é uma autêntica celebração musical tocada em adufes gigantes. Oito músicos em palco estabelecem diálogos com o passado, assentes numa linguagem urbana e contemporânea, com um efeito cénico absolutamente surpreendente.

14 MAIO
2010 - Carminho
Carmo Rebelo de Andrade, 25 anos, mulher do Fado. Cresceu com ele sempre por perto, mas sempre se esquivou arisca, a fadista. O Fado enamorou-se dela. Carminho não fez caso, deixou-o à espera, viajou, foi à sua vida. E o Fado a suspirar, sofridamente, nas desprendidas cantorias da menina que se fez gente. Carminho, franco e arrasador sorriso, deixou-se enfim cortejar, mas só agora se quis afundar nele. Hoje, em palco, é bem mais que uma fadista. Carminho é o encanto da sua própria história até ser mulher. Do Fado.

11 JUNHO
2010 - festim / Rare Folk
Alma celta em estilo livre. Da multicultural Sevilha, caldeirão de culturas e tradições, os Rare Folk são precursores da convivência sonora que funde o folk celta com rock freestyle, numa poção de vanguarda. As tradições passam por um processador estilístico de alta voltagem que dispara uma música carregada de energia e adrenalina. Soam compactos, virtuosos, incomparáveis, nesse estilo de folk raro que eles mesmos criaram. Qualquer definição da música destes andaluzes só se torna definitiva ao ouvi-los. No fecho das Sextas Culturais, com Rare Folk abre-se simultaneamente o ciclo de concertos do festival intermunicipal de músicas do mundo em Águeda, a capital do Festim!

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

A d’Orfeu agora também ao som da claquete!

Por vontade de vários criadores, jovens sócios da associação, surge na d’Orfeu um Núcleo de Vídeo tendo por objectivo a exploração e divulgação das técnicas ligadas ao cinema. Estão abertas inscrições para todos os interessados.

Numa primeira fase, está a ser criada uma bolsa de colaboradores que se podem inscrever on-line, assinalando as suas áreas de interesse nos diversos métiers: guionistas, actores, cenógrafos, sonoplastas, bem como a possibilidade de participação no cine-clube, para o qual se está já a trabalhar numa primeira temporada de programação. Existe igualmente a intenção de agrupar interesses a partir das inscrições e programar workshops de acordo com as expectativas de formação de cada um. Este núcleo pretende criar oportunidades aos futuros artistas e técnicos qualificados nesta área ou simplesmente àqueles que apenas se interessam por (re)descobrir o mundo de imagens - cada vez mais complexas - e explorar as diferentes técnicas e suportes para contexto profissional, académico ou informal.

Com mais este desafio lançado, a associação espera juntar uma grande família de cinéfilos e criativos de todas idades. Mais informações no blogue do núcleo.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

INATEL atribui três prémios à d’Orfeu


A d’Orfeu Associação Cultural acaba de ser distinguida pela Fundação INATEL no âmbito do Prémio “Melhor CCD INATEL do ano 2009”, sendo premiada em 3 categorias: Formação, Música e Teatro. Depois de vencer o Concurso Nacional de Música em 2008, com a sua criação Toques do Caramulo, a d’Orfeu é novamente distinguida por aquele organismo.


O Prémio “O Melhor CCD INATEL” visa distinguir os Centros de Cultura e Desporto filiados que, por intermédio da sua acção desenvolvam um dinamismo representativo na área das artes e cultura, abrangendo as categorias de Dança, Etnografia, Formação, Música e Teatro. Nesta 3ª edição do concurso a nível nacional o vencedor do prémio "Melhor CCD INATEL 2009" foi o Grupo Musical e Recreativo da Bemposta (do concelho de Loures, distrito de Lisboa). Além deste grande prémio, à associação vencedora foram ainda atribuídos os prémios nas categorias da Dança e Etnografia. As categorias de Teatro, Música e Formação foram atribuídas à d’Orfeu Associação Cultural, de Águeda.

Mais informações no sítio da Fundação INATEL, aqui.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

d’Orfeu em festa com o ‘seu’ OuTonalidades!

SEXTA 27NOV, 23h00
Bukowski Blues Trio?

SÁBADO 28NOV, 23h00
Lamatumbá


Prestes a entrar na recta final, o 13º OuTonalidades tem paragem obrigatória em Águeda a 27 e 28 de Novembro, com mais de meio roteiro cumprido em Portugal e na Galiza. A abrangência geográfica do circuito português de música ao vivo, que começou em 1997 como um pequeno roteiro nos bares de Águeda, é já descomunal à 13ª edição: 74 concertos de 33 grupos em 22 espaços durante 13 fins-de-semana, da Galiza ao Algarve. Este é o circuito português de música ao vivo, promovido e coordenado pela d’Orfeu Associação Cultural.

Imersas em imensas tonalidades, caem as últimas folhas deste Outono. Que lhe continuam a dar cor e sobretudo... música! O intercâmbio luso-galaico em que se tornou o OuTonalidades, além da grande montra para projectos musicais emergentes, terá retrato nas duas grandes noites que a d’Orfeu perspectiva para marcar a passagem desta 13ª edição por Águeda. A 27 e 28 de Novembro, na latada do Espaço d’Orfeu - o palco mais emblemático de todo o circuito, ou não fosse a casa da associação promotora de toda a rede -, as noites prometem festa outonal no aconchego dos galegos Bukowski Blues Trio (blues/rock, na sexta) e Lamatumbá (ska/funky, no sábado). Na sua passagem por Águeda, eis o 13º OuTonalidades, roteiro ímpar para a música portuguesa.

Em ambas as noites, a partir das 21h, as janelas do Espaço d’Orfeu dão vista para as Banquinhas de Natal, um cantinho reservado para a venda de discos, artesanato, bijuteria, bonecos de pano e outras doçuras, a pensar na quadra que se avizinha.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

A grande noite dos 75 anos dos Bombeiros


Para comemorar o seu 75º aniversário, a Associação dos Bombeiros Voluntários de Águeda promove, na próxima sexta 4 de Dezembro de 2009, pelas 21h30, no Cine-Teatro São Pedro, em Águeda, o espectáculo Alma d’Água, com produção artística da d’Orfeu Associação Cultural e apoio da Câmara Municipal de Águeda.

Este parágrafo informativo e despojado seria suficiente para alertar Águeda para a importância da sua presença nesta festa. Mas esta noite não é de suficientes. É dos muito bons. Apoio, admiração, reconhecimento, aplauso, são palavras que podemos levar connosco para as lançarmos ao palco, quando alguns dos nossos melhores forem homenageados.

O que leva um jovem a tornar-se bombeiro voluntário? Arrojo, coragem, paixão, generosidade, solidariedade, atracção pelo risco, fogo? Tudo isto? Não será, afinal, o melhor da natureza humana? E nós, os do outro lado da barricada, as vítimas ou as potenciais vítimas das catástrofes, poderemos passar ao lado do reconhecimento desta grandeza?

E se o corpo do bombeiro é feito de machado e contra-fogo, a sua alma é um pelicano, um auto-tanque, uma cheia sempre pronta a salvar a vida. Se a vida do bombeiro é acesa pelo fogo, esse facho divino, a sua redenção é a água, a força sombra, a força mulher, que, esta noite, é também enaltecida. E ser alma d’água não é derreter-se de medo, é vencê-lo, é ter a braveza da torrente, o destemor de enfrentar a loucura, a utopia de afogar o brasido, é ser a força maior. Ser alma d´água é calar o choro que corre por dentro e fundi-lo na lágrima do regresso.

E se, justamente, condecoramos os heróis da primeira linha, é igualmente tempo de lembrar a retaguarda, aqueles que lhes preparam o caminho, aquelas que os cuidam, que os amam e os esperam até que eles voltem a subir a ladeira da casa.
Por uma noite seremos todos bombeiros. Por uma vida, apenas aqueles que podem.

sábado, 10 de outubro de 2009

O Gesto Orelhudo fechou em grande estilo!

Os Homens da Luta na noite de encerramento do festival, no Espaço d’Orfeu.
foto © Léa López

Uma semana de grandes vibrações e um público extraordinário!
8º Festival “O Gesto Orelhudo” encerrou com a irreverência dos Homens da Luta

Depois de uma semana de programação diária, na última noite a festa extravasou a tenda e prosseguiu na rua, com uma multidão a seguir os Homens da Luta pela Venda Nova acima. A autêntica romaria final, no encalço do comediantes Neto e Falâncio, foi um remate a propósito ao 8º Festival “O Gesto Orelhudo”. Esta foi uma edição marcada por várias propostas surpreendentes e o espírito de sempre, num crescendo de público e fidelidade cultural. O Gesto Orelhudo apresentou, em doses massivas, o melhor da fusão da música, teatro e humor internacionais e mais uma vez, Águeda foi um destino cultural de eleição.

Todas as fotos aqui.

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Entusiasmo crescente na 'maratona' cultural de Águeda!

O Gesto Orelhudo e o novo Festival i
atraem a Águeda público de toda a região! Nos primeiros dias, salas cheias e espectáculos surpreendentes.

O Gesto Orelhudo viveu uma fantástica noite de abertura com o canadiano Michel Lauzière e os italianos Clown in Libertá. O primeiro, estreia absoluta em Portugal, com um desfile surpreendente de insólitas invenções musicais. Os segundos, na tenda, com geniais gags musico-acrobáticas de cortar a respiração e soltar o riso. Logo à primeira amostra, público rendido e Águeda a viver o grande espírito orelhudo! No sábado, outra grande noite, em dose tripla, com a surpreendente poesia visual do catalão Jordi Bertran, o non-sense dos britânicos The Hot Potato Syncopators e, para nova rendição do público, os inigualáveis Microband.

No domingo e na segunda feriado, o novo Festival i juntou centenas de famílias, para uma programação dedicada ao público infantil. O centro da cidade viveu um corropio de miúdos e graúdos, de espectáculo em espectáculo, entre a Alta Vila, o Teatro de Bolso, o CEFAS, as Bibliotecas (velha e nova), o Espaço d’Orfeu e a própria rua. As salas encheram, o público vibrou. A cultura em Águeda tem amanhã garantido.

O Festival “O Gesto Orelhudo” prossegue diariamente até 9 de Outubro. Pela tenda do Espaço d’Orfeu passarão ainda os Peripécia Teatro com a comédia músico-teatral “Mamã?!” (terça), o humorista galego Carlos Blanco e o músico guineense Manecas Costa com “Africanízate” (quarta), o concerto dos norte-americanos Moriarty (quinta) e, para o encerramento, na sexta-feira, os Homens da Luta com o espectáculo “Dá-lhe Falâncio”.

Doses massivas de música, teatro e humor em Águeda, com dois festivais para todos os públicos.


fotos de André Brandão, Mário Abreu e Marilyn Marques

terça-feira, 22 de setembro de 2009

O Gesto Orelhudo i ainda um novo festival!

De 2 a 9 de Outubro, uma programação invulgar (como já é normal).
Música, teatro e humor em Águeda!
Dois festivais para todos os públicos.



Já é conhecido o programa do 8º Festival ‘O Gesto Orelhudo’, certame de referência dedicado à musicomédia internacional que se realiza em Águeda. Abre com uma estrela mundial - Michel Lauzière - no Cine-Teatro São Pedro e prossegue toda a semana na Tenda do Espaço d’Orfeu. A edição deste ano, de 2 a 9 de Outubro, reserva ainda espaço para o surgimento de um cartaz dedicado ao público infantil e familiar, o Festival i, nas tardes de 4 e 5 de Outubro, com programação non-stop repartida por vários espaços da cidade.

Este ano, são destaques d’ O Gesto Orelhudo a excentricidade musical do canadiano Michel Lauzière, as acrobacias dos musiclowns italianos Teatro Necesario, as incríveis e pouco convencionais marionetas do catalão Jordi Bertran, a irresistível animação de rua dos britânicos The Hot Potato Syncopators, a comicidade musical dos italianos Microband - que regressam este ano -, a delícia do teatro músico-gestual dos Peripécia, o irónico choques de culturas de Africanízate da dupla Carlos Branco / Manecas Costa, a estupenda presença cénica dos norte-americanos Moriarty e a inigualável revolução dos Homens da Luta.

Entretanto, nos dias 4 e 5 de Outubro (domingo e segunda-feira feriado), apresenta-se a mais fresca novidade do calendário cultural d’Orfeu: o Festival i, um evento dedicado ao público infantil e familiar, após as bem sucedidas experiências pontuais de programação para este segmento nos últimos dois anos. O programa do festival i, non-stop em ambos os dias, apresenta a consagrada Companhia do Chapitô, as marionetas do catalão Jordi Bertran, o espectáculo músico-teatral do tubista Sérgio Carolino com a SA Marionetas, o projecto de percussão Crassh, as danças para crianças de Carlos Alves com coros infantis, as novas tecnologias da Miso Music, a excentricidade de Niño Costrini, os chapéus de Oswaldo Maggi, os contos infantis do Pinto Pançudo e ainda, pelas manhãs, duas diferentes propostas artísticas para bebés.

A 8ª edição do Festival “O Gesto Orelhudo”, tal como o novo Festival i, é uma co-produção da d’Orfeu Associação Cultural e da Câmara Municipal de Águeda, com o apoio oficial do Ministério da Cultura / Direcção-Geral das Artes, para além de uma imensa série de apoios locais, regionais e nacionais, para um festival que é uma referência temática no país e um dos grandes veículos de projecção cultural exterior da cidade de Águeda.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

13º OuTonalidades apresentado em Lisboa

Simonetta Luz Afonso, Presidente do Instituto Camões, deu as boas-vindas à apresentação em Lisboa da 13ª edição do OuTonalidades, o circuito português de música ao vivo promovido e coordenado desde 1997 pela d’Orfeu. Deixou apreço aos grandes acontecimentos das pequenas entidades culturais que, na sua iniciativa, estimulam a internacionalização dos artistas lusos. O Instituto Camões é um parceiro decisivo para a presença dos 7 grupos portugueses que farão 22 concertos na Galiza nesta edição do circuito. Por seu turno, Juan Carlos Fasero, Director da AGADIC, agência governamental que financia o programa em solo galego, e Victor Cabaleiro, representante dos espaços de música ao vivo na Galiza que acolherão os grupos portugueses, deixaram expressa a importância e a naturalidade deste intercâmbio luso-galaico cruzando o ‘velho’ OuTonalidades e a recente Rede Galega de Música ao Vivo. De Águeda, cidade de origem e epicentro do projecto, a Vereadora da Cultura da autarquia, Elsa Corga, partilhou a aposta local nos projectos em parceria, um modelo de trabalho transversal às actividades d’Orfeu sejam elas de intervenção local ou, como no caso do OuTonalidades, transfronteiriça. A apresentação do evento foi feita por Luís Fernandes, Coordenador da associação aguedense, desfilando os impressionantes números desta 13ª edição do OuTonalidades: de 24 de Setembro e 19 de Dezembro, o circuito programou 74 concertos em 19 espaços de música ao vivo de Ferrol a Tavira, dando palco a 33 grupos portugueses e galegos.

Na próxima quarta-feira, 23 de Setembro, o 13º OuTonalidades é apresentado à imprensa em Santiago de Compostela.

No dia seguinte, a 24, arranca o circuito. Neste primeiro fim-de-semana, há noites do OuTonalidades na Guarda, Amarante, Tavira (em Portugal), Bueu e O Grove (na Galiza). Toda a programação em http://www.myspace.com/outonalidades.

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

OuTonalidades: o pequeno formato em grande!



13ª edição será apresentada em Lisboa e em Santiago de Compostela

OuTonalidades 2009 reforça intercâmbio luso-galaico

Este ano, o OuTonalidades será apresentado em dupla conferência de imprensa, a 21 de Setembro em Lisboa e a 23 em Santiago de Compostela. Poucos dias antes, dia 16, o evento terá sido apresentado como exemplo de boas práticas no congresso espanhol das salas de música ao vivo, em Vic, na Catalunha. O circuito português de música ao vivo já vai para a 13ª edição e é uma proposta única para o próximo Outono cultural.

Quando, a 24 de Setembro, arrancar o roteiro de 74 concertos desta 13º edição do OuTonalidades, um mapa imaginário unirá os 24 espaços de música ao vivo que compõem esta grande rede que se estende de Ferrol, no topo norte da Galiza, até Tavira, em plena costa algarvia. A relação transfronteiriça com a Galiza desde 2008, fruto do convénio entre d’Orfeu e AGADIC, veio apurar o modelo do evento coordenado, sempre em franca expansão geográfica, pela associação aguedense.

Um grande evento dedicado ao pequeno formato: assim se entende o OuTonalidades, cada vez mais. Pelas novas oportunidades de circulação que proporciona a dezenas de pequenos grupos e artistas. E pela inigualável bolsa de programação de que beneficia o nicho cultural de espaços de música ao vivo, bares associativos e cafés-concerto que constitui, a cada edição, a rede do OuTonalidades.

Este ano, inscreveram-se 217 grupos portugueses e galegos, dos quais, numa 1ª fase, foram pré-seleccionados 95. Após um longo processo de programação, em função das preferências dos espaços parceiros, o cartaz de 2009 apresenta um total de 33 grupos que farão os 74 concertos do circuito. Em 2009, o evento cresce em número de espaços, de grupos e de concertos programados, tanto em Portugal como na Galiza. A cooperação iniciada em 2008 entre o OuTonalidades e a Rede Galega de Música ao Vivo, circuitos congéneres dos dois lados da fronteira, proporciona agora a presença de 7 grupos portugueses na Galiza e 11 grupos galegos em Portugal, num total de 47 concertos em regime de intercâmbio.

De 24 de Setembro a 19 de Dezembro, durante 13 fins-de-semana, o cartaz vai do jazz ao tradicional, do rock ao fado, do ska aos blues, do experimental às músicas do mundo. A festa e a diversidade são marcas distintivas das programações do OuTonalidades, evento rotativo de música ao vivo que começou por ser, há treze anos, um pequeno circuito local de bares em Águeda, cidade que continua a ser epicentro do circuito agora luso-galaico.

Tudo sobre o 13º OuTonalidades, no myspace e no programa digital.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

d’Orfeu alarga a sua rede de parcerias

Numa crescente cooperação cultural ao longe e ao perto, a rede de parcerias da d’Orfeu tem aumentado nos últimos tempos, com a assinatura de vários acordos com teatros, associações e escolas. Tratam-se de acordos de natureza não financeira, com a particularidade de ‘apenas’ promoverem práticas recíprocas, em benefício das actividades e associados de ambos os parceiros. Um princípio simples que resulta num universo crescente de oportunidades culturais para todos. Sócios, Alunos e Amigos d’Orfeu incluídos.

Estas parcerias reflectem-se na reciprocidade de benefícios, ao nível dos descontos em bilhetes de espectáculos ou nas inscrições em actividades formativas. Mas também se estendem, dependendo dos casos, a áreas tão distintas como a partilha de equipamentos e infra-estruturas, apoio logístico, realização de co-produções ou mesmo acolhimento de estágios.

Os associados das entidades parceiras beneficiam de 25% de desconto nos bilhetes de eventos d’Orfeu e 10% na inscrição das actividades formativas. Por outro lado, os portadores de Cartão d’Orfeu beneficiam igualmente de regalias junto dos parceiros, cujas condições podem ser consultadas no sítio internet da associação.

A lista actualizada de acordos formalizados envolve as seguintes entidades:
  • ACERT - Associação Cultural e Recreativa de Tondela
  • Associação de Estudantes da Escola Secundária Marques Castilho
  • Associação de Estudantes da Escola Secundária Adolfo Portela
  • Associação Activarte
  • ESTGA - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda
  • Oficina da Música de Aveiro
  • Pédexumbo - Associação para a Promoção da Música e Dança
  • Teatro Aveirense

O percurso futuro de relações da d’Orfeu fará seguramente crescer esta lista de parcerias, que pode envolver instituições culturais, sociais e educativas, por forma a abranger cada vez mais beneficiários e comunidades. Contra a cultura passiva do sofá, há motivos para sair e desfrutar de mais Cultura, através da rede de parcerias d’Orfeu. A propósito, já estão à espreita “O Gesto Orelhudo” e o novo Festival i...

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Um festim na Antena 2!

Ao longo deste mês de Setembro, a Antena 2 transmite os concertos gravados ao vivo no festim - festival intermunicipal de músicas do mundo, evento d’Orfeu que percorreu sete municípios nos passados meses de Junho e Julho, em parceria com as autarquias locais.

O programa "Raízes" da Antena 2, da autoria de Inês Almeida, fará a mesma viagem que o público, recordando os concertos de Manecas Costa (Guiné-Bissau), Antonio Rivas y sus Vallenatos (Colômbia), Amsterdam Klezmer Band (Holanda), Hermeto Pascoal (Brasil), Le Vent du Nord (Québec), Musafir (Índia) e Kepa Junkera (País Basco), gravados pela estação pública durante o festim.

O calendário da transmissão dos concertos é o seguinte:
Concerto Manecas Costa em Estarreja | 1 e 2 Setembro às 00h00
Concerto Antonio Rivas em Sever de Vouga | 3, 4 e 5 Setembro às 00h00
Concerto Amsterdam Klezmer Band em Ovar | 5 e 8 Setembro às 00h00
Concerto Hermeto Pascoal e Aline Morena em Estarreja | 9, 10 e 11 Set às 00h00
Concerto Le Vent du Nord em Sever de Vouga | 11 e 12 Set às 00h00
Concerto Musafir - Gipsies of Rajasthan em Sever do Vouga | a calendarizar
Concerto Kepa Junkera em Águeda | a calendarizar

NOTA: o horário 0h00 corresponde à primeira hora do dia indicado (final da noite do dia anterior).

Além da frequência de rádio, as emissões podem ser ouvidas em directo na internet em http://www.rtp.pt/antena2 clicando “ouvir emissão - Windows media”, ou em stream, após a transmissão, aqui.



quinta-feira, 27 de agosto de 2009

EMtrad’ retoma aulas a 1 de Setembro

CURSO TOCATA . APOIO A GRUPOS FOLCLÓRICOS
AULA GRÁTIS SEMANAL . CORO INFANTIL . BOLSAS DE ESTUDO

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA TODAS AS IDADES
2009/2010

A 1 de Setembro inicia a nova temporada da EMtrad’ - Escola de Música Tradicional, com a continuidade de uma série de propostas para o ensino da música tradicional em Águeda. As inscrições estão abertas e as aulas regulares iniciam de imediato. Além do Curso Tocata (para todas as idades e níveis de aprendizagem), continuam as Aulas Grátis Semanais, o Coro Infantil, as Bolsas de Estudo e o apoio aos grupos folclóricos.

Setembro marca o arranque do novo ano lectivo na Escola de Música Tradicional, área da d’Orfeu que centra em Águeda uma oferta formativa única no ensino de instrumentos tradicionais. A EMtrad’ acolhe alunos de todas as idades, garantindo o compromisso pedagógico de iniciação às crianças e jovens de Águeda, a par de uma procura por parte de músicos de todas as gerações e origens geográficas. O programa de apoio à formação, em parceria com a Câmara Municipal e que prevê condições especiais para os tocadores oriundos dos Grupos Folclóricos do concelho de Águeda, continua em vigor na nova temporada.

Além das aulas regulares, continuará a abrir-se a porta, às quartas-feiras ao fim da tarde, para o SOS musical. A Aula Grátis Semanal é um momento de música livre, jogos musicais, consultas para tirar dúvidas, experimentar instrumentos ou estudar técnicas. Um formador atende todos os alunos de ocasião, sem rastreio ou sala de espera. Sempre às quartas-feiras, sem inscrições, de participação totalmente livre e grátis.

Aos sábados de manhã, prossegue o Coro Infantil EMtrad’, que aceita a participação de novos pequenos cantores, entre os 6 e os 13 anos. As inscrições são totalmente livres. O Coro Infantil é um espaço onde se pode experimentar, partilhar e brincar com a voz, explorando as suas potencialidades através de canções tradicionais infantis, sejam locais, nacionais ou até do mundo.

O ensino da música tradicional na d’Orfeu continua, através das suas propostas, a comprovar os méritos de uma acção pedagógica virada para a vivência prática da música e para os processos dinâmicos de reinvenção do património musical tradicional, através do reforço dos resultados da EMtrad’ - Escola de Música Tradicional.

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

As digressões dos Toques do Caramulo

Toques do Caramulo no “Bardentreffen Festival” em Nuremberga
foto © Rolf Krahl

Depois da Suíça e Alemanha, mais concertos em Portugal e Espanha

Os “Toques do Caramulo” acabam de realizar, com grande êxito, uma digressão de 3 concertos na Suíça e Alemanha. Primeiro, no Festival “Pow-wow”, no cantão suíço-germânico, deixando uma forte marca de festa no público daquele festival alternativo, realizado de dois em dois anos num lugar mágico no meio dos bosques de Trogen. Depois, já na Alemanha, brilhante concerto no Bardentreffen Festival, empolgando um fantástico público alemão, que se mostrou completamente rendido à performance lusa, numa praça a rebentar pelas costuras em Nuremberga. Os Toques surpreenderam com a sua música e interacção e foram alvo das críticas mais positivas daquele que é um dos maiores festivais do género na Alemanha. Por fim, concerto em Munique, no Pasinger-Fabrik, com um público ávido e curioso pelo folk serrano de um país imensamente mais conhecido pelo fado. E, novamente, fim do concerto com os alemães em festa e sem palmas a medir.

Segue-se o Andanças, dois concertos na Galiza, três concertos no centro do país e ainda mais um no norte de Espanha, para um Agosto em cheio com Toques do Caramulo, uma criação d’Orfeu que resgata e recria, com uma energia única, o repertório esquecido da encosta serrana do concelho de Águeda, em plena Serra do Caramulo.


AGENDA ACTUALIZADA DOS PRÓXIMOS CONCERTOS

domingo, 26 de julho de 2009

Foi um festim!

foto © Mário Abreu | d'Orfeu

Dois meses de intensa programação chegaram ao fim, da melhor forma, em Águeda e Aveiro, com a Amsterdam Klezmer Band na sua máxima força. Os últimos concertos dos holandeses na região acabaram, invariavelmente, com o público a dançar em frente ao palco, na descarga de um inigualável cocktail klezmer. A Amsterdam Klezmer Band deixou a sua marca como um dos grandes nomes deste festim, numa galeria para recordar: Hermeto Pascoal (Brasil), Kepa Junkera (País Basco), Le Vent du Nord (Québec), Musafir (Índia), Manecas Costa (Guiné-Bissau) e Antonio Rivas (Colômbia).

Águeda, Sever do Vouga, Estarreja e Ovar (municípios principais, com festim garantido nos próximos anos), a que se associaram nesta 1º edição os municípios de Oliveira do Bairro, Albergaria-a-Velha e Aveiro, acrescentam à sua história cultural a ousadia de partilhar um festival intermunicipal de músicas da mundo, por iniciativa da d’Orfeu Associação Cultural.

Ver galeria completa em www.festim.pt

domingo, 19 de julho de 2009

Toques do Caramulo, ao longe e ao perto!

O espectáculo “Toques do Caramulo” arranca a 20 de Julho para uma digressão de Verão que, além de vários concertos no país, levará o grupo a três províncias do norte de Espanha (Astúrias, Galiza e Cantábria) e ainda à Suíça e à Alemanha, com concertos previstos em alguns grandes festivais.

Ao pé da porta, os Toques do Caramulo actuam em Aveiro, a 22 Julho, no Rossio, no âmbito da Festa da Ria, pelo segundo ano consecutivo. Mais longe, no sábado, sobem ao palco do concurso Navelgas Folk, nas Astúrias, do qual são um dos três finalistas junto com os grupos Amanida Folk (Barcelona) e Els Berros de la Cort (Girona). De regresso ao país, o grupo toca ainda no novo Festival Folk Celta de Ponte da Barca a 26 Julho, antes de partir para uma digressão de três concertos, entre 1 e 4 de Agosto, na Suíça (Trogen) e Alemanha (Nuremberga e Munique).

AGENDA DOS PRÓXIMOS CONCERTOS
Seg 20 Julho | Festas do Concelho, CARREGAL DO SAL
Qua 22 Julho | Festas da Ria, Rossio, AVEIRO
Sáb 25 Julho | Navelgas Folk, CUARTO LOS VALLES (Astúrias, Espanha)
Dom 26 Julho | Festival Folk Celta, PONTE DA BARCA
+ Suíça/Alemanha, Andanças, Galiza, Cantábria, etc, etc...

Tudo sobre TC e agenda completa de concertos em
http://www.myspace.com/toquesdocaramulo

O incontido festim de Manecas Costa!

foto © André Brandão | d'Orfeu 2009

O festim alastra ainda mais, na recta final da sua programação: o virtuoso músico guineense Manecas Costa tocou em Oliveira do Bairro, Águeda, Ovar e Albergaria-a-Velha, para plateias diárias que se renderam à magnífica festa crioula do mestre do n’gumbe e da sua banda. Em cada palco, em cada noite, sempre em crescendo, uma incontida celebração com o público. Depois de Manecas Costa, o festim vai fechar em grande festa, com a Amsterdam Klezmer Band em Águeda (23 Julho) e Aveiro (24 Julho).

terça-feira, 14 de julho de 2009

10 anos é muito... Tesi!

O Tesi, hoje, 14 de Julho de 2009, Espaço d’Orfeu. foto © Léa López

Faz hoje 10 anos o Tesi na d’Orfeu. A 14 Julho de 1999, Riccardo Tesi tocava em Águeda. Ao mesmo tempo chegava, debaixo de um braço, um aspirante a cão. Hoje, o cão mais cultural da região.
Parabéns, Tesi!

Sempre boa oportunidade rever o magnífico filme do Paulo Brites sobre o Tesi.

domingo, 12 de julho de 2009

Um rio no seu tempo, uma nova tradição!

foto © Marilyn Marques | d'Orfeu 2009

O Povo encheu a margem, já se sabia. O Rio viu lavada a sua alma, num musical para a história cultural de Águeda. Em “Povo Que Lavas no Rio Águeda”, mais de 400 artistas nos palcos aquáticos fizeram a reafirmação inter-associativa do concelho. Transversal, contemporâneo e provocador, o espectáculo mergulhou na inspiração das águas e o poema de Homem de Mello regressou à sua origem primeira: o Rio Águeda.

Aos ouvidos, o esplendor da música, por um colectivo portentoso de músicos, centenas de vozes e a especialíssima participação de bandas locais. Aos olhos, o deslumbramento por uma exuberância visual que só Águeda vai conseguindo resgatar do seu rio, na criatividade cénica que se apura a cada nova manifestação sobre as águas. Um espectáculo para os sentidos! Quando Águeda-a-Linda espalha assim a sua sedução, são os aguedenses os primeiros a beber, sempre de novo, as águas do Botaréu.

As fotos aqui.
Tudo o resto aqui.

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Uma multidão em Águeda rendeu-se a Kepa!

foto © Léa López | d'Orfeu 2009

Águeda voltou a vê-lo. O mago da trikitixa, Kepa Junkera, empolgou uma multidão no Largo 1º de Maio, ressuscitando magníficas memórias ao público local e, mais uma vez, atraindo romarias de gente para ver um nome grande das músicas do mundo. Um concerto pujante e em crescendo, com os diálogos da txalaparta, ancestral instrumento de percussão basco tocado a quatro braços, a dividir protagonismos com o próprio Kepa, esse virtuoso. Era este o nome que tinha que abrir o ciclo de três concertos do festim em Águeda, o principal município parceiro da rede que avançou com o festival intermunicipal de músicas do mundo. Depois do concerto de Kepa Junkera, o festim também já agita Águeda!

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Ciganos do Rajastão voaram até ao festim!

Um festim de diversidade: Musafir surpreenderam Estarreja e Sever!
© André Brandão / d’Orfeu

Os ciganos do Rajasthan cativaram o público do festim, em dois espectáculos surpreendentes. Mais que a música, transcendente nos ritmos e melismas, percorre todo o espectáculo dos indianos um exotismo quase circense. A dançarina e o fakir são figuras incontornáveis da cultura indiana, num concerto para ocidental ver. Primeiro no Cine-Teatro de Estarreja, depois no Parque Urbano de Sever do Vouga, os Musafir fecharam o ciclo destes dois municípios na 1ª edição do festival intermunicipal de músicas do mundo. O festim prossegue com o basco Kepa Junkera, na próxima quinta-feira 9 Julho, em Águeda.

domingo, 28 de junho de 2009

Há folk celta do outro lado do Atlântico!

foto @ André Brandão / d'Orfeu

A música contagiante dos canadianos “Le Vent du Nord” fez festim em Ovar e em Sever. Em ambas as noites, o público acabou de pé, em comunhão com a notável energia musical dos 4 músicos de Montréal, na província francófona do Québec. A singular imagem da percussão com os pés, a fusão folk de um celtismo atlântico e uma sonoridade notável assinaram mais uma página memorável desta primeira edição do festim!

domingo, 21 de junho de 2009

O Mestre musicou sua passagem!

foto @ Léa López / d'Orfeu

Foram três concertos no festim. Todos únicos! Hermeto Pascoal encheu Estarreja, Ovar e Sever do Vouga. Literalmente encheu. Cada sala e a alma do público. Em duo com Aline Morena, sua companheira, o velho mago dos sons partilhou cada momento, deixou-se inspirar e tocou, compôs, improvisou, quanto ele e o público quiseram. Foram três memoráveis noites para a galeria do novo festival intermunicipal de músicas do mundo, um festim de emoções.

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Projectos de estágio resultam em propostas alternativas

Jorge Oliveira e João Pedro Antunes (na foto) são dois jovens alunos da ESTGA - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda que, desde Janeiro deste ano, vêm desenvolvendo um estágio curricular na d’Orfeu Associação Cultural, no âmbito do curso de Práticas Administrativas e Tradução. Estimulados pela actividade da associação e desenvolvendo capacidades que vão além da sua área do estudos, no domingo 28 de Junho de 2009 apresentarão dois eventos à comunidade. As portas do Espaço d’Orfeu estarão abertas à descoberta, com documentários, debates e um concerto.


De Olhos Abertos
15h30 - projecção do documentário “Zeitgeist” + conversa sobre o filme

A desmistificação de verdades tidas como absolutas da nossa sociedade será o prato forte de uma obra-prima já vista por milhões de pessoas, premiada com inúmeros galardões pela sua forte mensagem activista e altamente inspiradora. Um abre-olhos gratuito ao dispor da comunidade para uma maior consciencialização dos tentáculos da nossa vida em sociedade. Vida em sociedade essa que dilui o “eu” individual nas necessidades do mundo moderno e globalizado com vista à palavra-chave de todo o negócio que é a nossa vida - o lucro -, obrigando-nos a competir uns contra os outros para sobreviver e instigando em nós o sentimento de que só conseguiremos fazer coisas relevantes se “estimulados” para tal. O que é falso.
Enquanto crianças não temos qualquer noção do dinheiro e do seu valor/simbolismo. Brincamos, fazemos asneiras e muitas outras coisas. Porque queremos! Contudo, com o passar do tempo, o desapego por bens materiais e a auto-motivação natural esfuma-se “obrigando-nos” a adaptarmo-nos a um mercado de trabalho cada vez mais formatado, onde só não vale arrancar olhos para podermos sobreviver, gerando em nós um sentimento de revolta, natural devido à obrigação. Criando, assim, uma sociedade silenciosamente revoltada. Esse é o estado de consciência pretendido para a total compreensão do filme/documentário que será apresentado, esperando consiguir transmitir um maior grau de consciência ao espectador.


ConscienteMente
18h30 – Palestra sobre a relação entre a mente e o mundo em seu redor
20h00 – Visionamento de documentários
22h30 – Concerto de apresentação “Timewave Zero”

Numa sociedade que se habituou a ver nos principais meios de comunicação a única e bíblica verdade, o raciocínio crítico e a exploração individual decaiu numa qualquer criogenização que resultou na incapacidade de admirar a diferença e deliciar a novidade. A constante busca pela pedra filosofal do nosso espírito, que deveria ser um dos grandes objectivos de qualquer animal com um córtex cerebral com a complexidade do nosso, foi substituída por uma só visão super-materialista que não foi casual, mas orquestrada. Soterrada num total egocentrismo e completo alheamento do plano global, a Humanidade caminha para um abismo onde já esgotou todos os recursos naturais, onde o planeta em que habita já não é capaz de suportar a Vida e onde todos os motivos despertam uma vontade de irracional competição.
Terá sido sempre assim? Não haverá, na verdade, soluções para esta pandémica alienação?

Potenciado pelas descobertas de Timothy Leary, nos EUA, e de Humphry Osmond, em Inglaterra, o LSD tornou-se rapidamente na maior fonte de informação sobre a mente humana que jamais teria sido vista. A rapidez com que criou o maior impacto social da História moderna é notória, introduzindo conceitos como “ambientalismo”, “sustentabilidade” e “paz mundial” de novo na consciência colectiva global. Até que Timothy Leary foi considerado pelas autoridades Norte-Americanas “o homem mais perigoso do mundo” e o LSD foi ilegalizado. Esta será uma noite onde se fornecerá alguma da informação enterrada na censura do tempo e onde todos os presentes poderão levar para casa um pedaço de conhecimento que sirva de objecto de reflexão, pois uma mente depois de se expandir, jamais voltará à dimensão em que se encontrava.


A entrada é livre para quem quiser aproveitar este Domingo de Sol informativo.
Mais informações em www.ventosdorfeu.wordpress.com, sítio oficial de ambos os projectos.

Último “Bebés com Música” da temporada!

Bebés com Música
domingo 28 Junho, 10h30
ÁGUEDA, Casa do Parque da Alta Vila


No último domingo de cada mês, a d'Orfeu vem convidando os bebés e respectivas famílias a participar num momento de partilha musical, sempre único, onde ninguém é espectador e todos são músicos. É chegada a última sessão da temporada, no domingo 28 Junho, na Casa do Parque da Alta Vila, para uma sessão especial, com a magia e encantamento de sempre. As pré-inscrições estão abertas.

Através da exploração de sonoridades de origem rudimentar, como instrumentos musicais feitos a partir de objectos banais, as músicas vão ganhando uma vida própria, absorvendo um pouco de todos os participantes desta orquestra minimalista e alimentando-se da Natureza em redor para que o resultado seja uma sonoridade repleta de harmonia, ainda que aleatória, capaz de embalar o mais inquieto rebento e fazer todos os familiares regressar à infância. Como retirada de um conto de fadas, a Casa da Alta Vila é um espaço que ganha vida com a imaginação de cada um, invocando sons e melodias que a fazem descolar rumo ao infinito, regressando apenas para deixar os passageiros de volta à Terra, até ao evento seguinte.

Em Bebé com Músicas é transmitido um legado, cuja propagação pode ser amplificada pelos pais, sendo que o gosto pela música deve ser nutrido desde sempre, uma vez que contribui fortemente para uma maior sensibilidade e uma mais alargada percepção de tudo o que nos rodeia.

O próximo Bebés com Música terá lugar na manhã de Domingo 28 de Junho, pelas 10h30 da manhã, com uma duração mínima de 60 minutos. Funciona num sistema de pré-inscrições até à quinta-feira anterior, cuja jóia inclui o bebé e toda a respectiva família directa que queira participar. Quem se inscrever no início da sessão, no próprio local, não terá direito ao desconto de pré-inscrição. Todas as informações estão disponíveis em www.dorfeu.com e na d’Orfeu Associação Cultural (telefones 234603164 ou 934623775).

domingo, 14 de junho de 2009

AKB deixaram marca intensa no festim!

foto @ Mário Abreu / d'Orfeu

Centenas na rua em Estarreja não arredaram pé apesar da morrinha, uma calorosa plateia em Ovar aplaudiu um grande concerto do holandeses e Sever do Vouga já se vai habituando a terminar os concertos com público a dançar na frente do palco. As três primeiras aparições da Amsterdam Klezmer Band no festim (regressam no final de Julho) deram a conhecer um colectivo servido por grandes instrumentistas, fazendo brotar do mesmo palco o mais profundo e o mais festivo da música klezmer. Uma marca intensa no festival intermunicipal, estes holandeses!

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Antonio Rivas deixou o festim instalado!

Um frenético Antonio Rivas, mestre da cumbia e do vallenato, deixou no festim mais e mais sabor a festa. Depois de, em Ovar, a chuva ter hipotecado a primeira grande noite ao ar livre do festival intermunicipal, o sexteto colombiano destilou todo o seu ritmo no Centro das Artes e do Espectáculo de Sever do Vouga, para uma sala composta que cedo se rendeu à energia da música de Antonio Rivas y sus Vallenatos. Num crescendo de quase duas horas de concerto, a noite terminou com o público de pé, a dançar pelas coxias do CAE. Algo que, ao que consta, nunca por ali se vira.

domingo, 31 de maio de 2009

O festim abriu com o mestre Manecas Costa!

© André Brandão / d’Orfeu

O extraordinário Manecas Costa (Guiné-Bissau) foi o primeiro a pisar os palcos do festim. O Cine-Teatro de Estarreja recebeu a primeira noite do festival intermunicipal de músicas do mundo, com a magnífica festa crioula do mestre Manecas, um músico virtuoso na voz e na guitarra que, com a sua banda africana, fez de uma sala longe de encher um espaço de incontida celebração com o público.

O festim vai prosseguir em festa, no próximo fim-de-semana, em Ovar e Sever do Vouga, com Antonio Rivas y Sus Vallenatos (Colômbia)!

Tudo em www.festim.pt

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Tocar de Ouvido 2009 em Évora

O "Tocar de Ouvido" é, cada vez mais, a grande festa dos instrumentos tradicionais em Portugal! Além da formação, com oficinas, exposições e debates, este ano há também grandes concertos! E os artistas vão orientar oficinas, partilhando técnicas com os participantes do Tocar de Ouvido.

Concertos | Oficinas | Colóquios | Documentários | Exposições
programação completa em www.tocardeouvido.com


FORMADORES DAS OFICINAS
concertina/trikitixa Artur Fernandes e Kepa Junkera
gaita-de-fole Joaquim Roque e Francisco Pimenta
pandeireta e canto galego Felisa Segade (Leilía)
voz Juçara Marçal e Sandra Ximenez (A Barca)
violão brasileiro e composição Chico Saraiva (A Barca)
rabeca Thomas Rohrer (A Barca)
pandeiro e ritmos brasileiros Ari Colares (A Barca)
percussão corporal Marcelo Pretto (A Barca)
miixer Bitocas

GRANDES CONCERTOS
Quinta 18 Dazkarieh (Portugal) + Sara Tavares (Cabo Verde / Portugal)
Sexta 19 A Barca (Brasil) + Rabih Abou Khalil e Ricardo Ribeiro (Líbano / Portugal)
Sábado 20 Leilía (Galiza) + Kepa Junkera (País Basco)

http://www.pedexumbo.com/
http://www.gaitadefoles.net/
http://www.dorfeu.pt/

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Volta ao Mundo em 1873 Compassos


novo espectáculo da EMtrad’

Domingo, 24 de Maio, 17h00
CEFAS, ÁGUEDA | ENTRADA LIVRE

Sobe ao palco, no próximo domingo 24 Maio, o espectáculo que envolve os alunos e formadores da EMtrad’- Escola de Música Tradicional, com o sugestivo título “Volta ao Mundo em 1873 Compassos”. Depois de “Com Passos Simples” no final da última década, a d’Orfeu volta a apresentar em palco os resultados criativos da sua área de formação. No CEFAS, a 24 de Maio, pelas 17h00, com entrada livre.

Inspirando-se na obra “A Volta ao Mundo em 80 Dias” de Jules Verne, a d'Orfeu esculpe mais uma das suas criações, juntando em palco formadores e alunos na perfeita simbiose da música com outras áreas artísticas. A música tradicional, aquela que se aprende e se renova nas salas de aula da EMtrad’, é apenas o rastilho para um espectáculo multidisciplinar, com um envolvimento artístico e pedagógico que retrata a mais pura autenticidade.

Ao longo da “Volta ao Mundo em 1873 Compassos”, o espectador é convidado a embarcar na viagem de Phileas Fogg, personagem que persiste na frenética tentativa de percorrer os quatro cantos do mundo a tempo de ganhar uma aposta que aparenta ser impossível. No decorrer da viagem, as várias heranças culturais e musicais de todo o mundo apresentam-se em palco, preenchendo cada momento com o legado histórico que serviu de berço para a actual realidade musical, onde as fronteiras artísticas são apenas ditadas pelos limites da imaginação, fazendo da arte um tesouro que é de todos, para todos.

Esta viagem da EMtrad' estará em cena no CEFAS (Águeda), no dia 24 de Maio, pelas 17h00, e o embarque é gratuito para todos os passageiros, vulgo espectadores.

domingo, 17 de maio de 2009

Estreia pública de filme escolar

“Amor perdido na História”
realizado por alunos da ESMC

sexta 22 Maio, 21h45
Espaço d’Orfeu

No próximo dia 22 de Maio, sexta-feira, pelas 21h45, realizar-se-á a estreia do filme “Amor Perdido na História”, no Espaço d’Orfeu, em Águeda. O filme foi produzido e realizado por um grupo de 6 estudantes do 12º B da Escola Secundária Marques de Castilho, agrupamento de Artes Visuais, no âmbito da Área de Projecto. Os protagonistas desta criação são Diana Pereira, Jorge Madeira, Ana Vidal, Bruno Pinto, Renato Dias e Hugo Oliveira.

A ante-estreia deste projecto cinematográfico deu-se já no passado dia 30 de Abril, no auditório da Escola Secundária Marques Castilho, em ambiente familiar para professores, colegas e familiares. O passo seguinte a dar pelo grupo é divulgar este projecto fora da comunidade escolar e mostrá-lo a todo o público que gosta de cinema e valoriza a criatividade e a originalidade.

O talento e a capacidade dos seis alunos foram notórios nas sucessivas fases de realização do projecto: fundaram duas empresas fictícias – a ArtWork e a Maximum Movies -, criaram o argumento, o guarda-roupa, a banda-sonora, filmaram, editaram, montaram e interpretaram este filme, recorrendo a muito poucos recursos materiais. Tamanha audácia merece o aplauso da comunidade aguedense. A d’Orfeu é parceira desta produção cinematográfica que, para além do seu valor artístico intrínseco, emana a sua força a partir do amadorismo com que foi feito. Para além da honra de acolher a estreia pública do filme “Amor Perdido na História”, a d’Orfeu deu também apoio à formação de alguns elementos do colectivo para a realização deste filme, durante o Hexa – 6º Ciclo Experimental, que teve lugar em Fevereiro e Março 2009 em Águeda. No Hexa, os jovens artistas participaram em diversos workshops, entre as quais Cenografia Multimédia, Teatro e Animação Digital, o que viria a ser decisivo para a realização da obra.

A 22 de Maio, a não perder, a estreia pública do filme “Amor Perdido na História”.
Mais informações no blogue oficial do filme.

sábado, 2 de maio de 2009

d'Orfeu recebe Prémio nacional "Adriano Correia de Oliveira" do Festival Cantar Abril

O tema “A Acupunctura em Odemira” foi o grande vencedor do Festival “Cantar Abril”, na modalidade de recriação de canções de resistência, cuja final nacional decorreu no Teatro Municipal de Almada no passado 30 de Abril.

Recuperado do antigo projecto da d’Orfeu “Os CantAutores”, o arranjo de Luís Fernandes, para formação de sopros, sobre o tema de José Afonso/Fausto “A Acupunctura em Odemira” recebeu o prémio para a melhor Recriação, na final do Festival Cantar Abril, promovido pela Câmara Municipal de Almada. Os outros premiados do Cantar Abril 2009 foram Sérgio Godinho (Prémio Carreira), A Presença das Formigas (Prémio Criação) e Mário Morais (Prémio “Ary dos Santos”).

O júri, constituído por Fernando Tordo, João Afonso, Amélia Muge, Samuel e André Santos, elegeu o tema levado a concurso pela d’Orfeu, depois de uma selecção de mais de duas centenas de canções concorrentes de todo o país, a que seguiram as eliminatórias em palco a 16 e 17 Abril e, por fim, a final no Teatro Municipal de Almada completamente cheio, em que actuaram os 5 finalistas de cada modalidade.

Pela d’Orfeu e reeditando parcialmente a formação de sopros de “Os CantAutores”, Luís Fernandes (flautim e voz) e Abílio Liberal (tuba) apresentaram-se com Guto Lucena e Jean-Marc Charmier (respectivamente sax soprano e fliscorne, músicos da orquestra residente do festival, dirigida por António Palma). Os dois músicos trouxeram para Águeda o Prémio “Adriano Correia de Oliveira”.

O Festival Cantar Abril é uma iniciativa bienal da Câmara Municipal de Almada que pretende homenagear a música de intervenção e os ideais de Abril, destinada a artistas e grupos de todo o país. O espectáculo da final, com as 10 canções finalistas no palco do Teatro Municipal de Almada, foi gravado na íntegra e prevê-se que seja brevemente emitido na Antena 1, emissora oficial do festival.

Todos os premiados do Festival “Cantar Abril” 2009:

Prémio “Adriano Correia de Oliveira” – Recriação de Canções da Resistência:
Os CantAutores (d’Orfeu), com o tema “Acupunctura em Odemira” de José Afonso/Fausto

Prémio “José Afonso” – Criação de Canções de Liberdade:
A Presença das Formigas, com o tema “O Rei”

Prémio “Ary dos Santos” – Poema:
Mário Morais, com o tema “Mera Aparência”

Prémio “Carlos Paredes” – Carreira:
Sérgio Godinho


Mais sobre o Festival Cantar Abril, aqui.

terça-feira, 14 de abril de 2009

Abertas as candidaturas para novas Bolsas EMtrad’


3 novas Bolsas EMtrad’
ano lectivo 2009/2010
Prazo de manifestação de interesse: 29 Maio 2009

Está aberto o prazo para as bolsas EMtrad’ 2009/2010. Os interessados em frequentar as aulas, como bolseiros, na EMtrad’ - Escola de Música Tradicional a partir de Setembro, devem apresentar a sua manifestação de interesse até ao próximo dia 29 Maio 2009. Serão atribuídas 3 novas bolsas.

Pelo terceiro ano consecutivo, este pacote de Bolsas de Estudo para jovens talentos com dificuldades económicas, destinado a alunos carenciados de indiscutível mérito ou potencial, permite-lhes frequentarem a sua formação em condições especiais, sendo também social a missão pedagógica da d’Orfeu. A selecção dos candidatos à bolsa será baseada em dois critérios: uma prova de aptidão e potencial musical do aluno candidato e a avaliação da situação económica familiar. A bolsa tanto pode ser atribuída a alunos já inscritos na EMtrad’ como a novos alunos.

Os interessados poderão consultar as normas das Bolsas EMtrad’ no sítio internet da d’Orfeu ou na própria associação. As manifestações de interesse dos candidatos deverão ser entregues até ao próximo dia 29 Maio 2009.

sexta-feira, 10 de abril de 2009

Ora dentro, ora fora: Toques em concerto!


O espectáculo “Toques do Caramulo” tem agendados dois concertos na região, mais propriamente em Sever do Vouga e em Maceda (Ovar), antes de regressar ao norte de Espanha para a final do concurso folk “Escenario Prau”, na Cantábria, no qual é um dos grupos finalistas. A intensa agenda de concertos da mais rodada criação d’Orfeu segue, assim, ora ao pé da porta, ora fora de fronteiras.


A d’Orfeu apresenta “Toques do Caramulo” a 18 de Abril, pelas 21h30, no Centro das Artes e do Espectáculo de Sever do Vouga e, depois, a 10 de Maio, pelas 15h00, no Auditório da Junta de Freguesia de Maceda (Ovar), ambos no âmbito dos recentes protocolos com estes municípios. Trata-se de uma aproximação aos públicos locais na ante-câmara do festival intermunicipal de músicas do mundo, o festim, que toda a região partilha nos meses mais próximos.

A 23 de Maio, o grupo de Águeda sobe a Santander, na província espanhola da Cantábria, para a final do concurso folk “Escenario Prau”. Já em Fevereiro passado ali havia actuado, entre 12 grupos oriundos de toda a Espanha, sendo o único grupo estrangeiro a merecer a aprovação do júri. Toques do Caramulo regressará agora para discutir, na final, o galardão com um grupo andaluz (La Conjura) e outro galego (Coanhadeira). O grupo intensifica assim a sua agenda no país vizinho, numa altura em que a internacionalização começa a ser uma realidade crescente. Depois de tournées em Espanha e Itália em 2008, o grupo tem previstos concertos também na Alemanha e na Suíça no Verão de 2009.

Mais sobre Toques do Caramulo na final do Escenario Prau: aqui e aqui.

Tudo sobre TC e agenda completa de concertos em
http://www.myspace.com/toquesdocaramulo

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Visitas pedagógicas à d'Orfeu

Mais de 100 alunos do Instituto Duarte Lemos conheceram a
associação por dentro, em cinco visitas guiadas por Adriano Santos.


Entre 26 e 28 de Março, a d’Orfeu abriu as portas a cinco turmas do 5º ano do Instituto Duarte Lemos com uma simples premissa: a de desvendar, brincando, a raiz de uma associação cultural que vive de e para a cultura.

Atravessavam o portão de um local desconhecido com a incerteza e fascínio que só os olhos de uma criança conseguem captar, e saíam dele como se de um refúgio usual se tratasse, após a descoberta de que a cultura não é um retalho de inacessível ocultismo, mas um pedaço de todos nós, para todos nós. No pátio, os pequenos faziam jogos onde libertavam tantas energias quanto aquelas que absorviam deste enclave cultural, passando entre eles uma bola invisível que os fazia sentir que estavam, de facto, num espaço onde o esforço e diversão coabitam em perfeita simbiose. De seguida, dirigiam-se ao alpendre onde viam projectada uma breve apresentação das variadas áreas onde a d’Orfeu actua, bem como as criações que propicia, de portas sempre abertas, a todos aqueles que queiram fazer da tradição a sua pedra de toque.

Quando já conheciam muito mais a fundo o que se fazia no seio de uma associação cultural, chegava o momento que mais evidente prazer lhes dava: a visita à sala onde o legado musical tradicional é transmitido a quem o quiser absorver. Após uma breve explicação da estrutura de uma música e da importância dos instrumentos na mesma, os meninos tinham a oportunidade de os experimentar. E era aí que o fascínio era notório, ao descobrirem a magia de um objecto com alma e uma história milenar, capaz de vibrar em frequências que emitem emoções e prazer, preenchendo o vazio auditivo com o mais belo estímulo que o ouvido humano pode captar: a música. Experimentando os instrumentos a solo, bem como numa trepidante fusão instrumental feita por todos os alunos em sintonia, a visita à sala da EMtrad’ estava concluída e era agora tempo de visitar a Teca, onde um enorme espólio cultural é cuidadosa e carinhosamente guardado. Aqui, ouviam algumas músicas de um álbum escolhido pelos seus professores, e descobriam que há muito mais (e melhor) música que aquela que é hipnoticamente repetida nos habituais meios de difusão.
Recebidos os diplomas de participação e feito o convite para um regresso próximo – como visitantes ou alunos da escola de música – deixavam a d’Orfeu, levando consigo um pouco da cultura que também lhes pertence.

sábado, 28 de março de 2009

Toques na final do Escenario Prau

Toques do Caramulo finalistas do concurso folk “Escenario Prau”, na Cantábria (Espanha)

Entre 12 grupos oriundos de toda a Espanha, a prestação do grupo português no Teatro Principal de Reinosa (Santander) mereceu a aprovação do júri, pelo que Toques do Caramulo regressarão àquela província do norte de Espanha para actuar na final do Escenario Prau, a 23 de Maio próximo. O grupo discutirá o galardão com um grupo andaluz (La Conjura) e outro galego (Coanhadeira).

Ultrapassadas as duas fases de selecção, nas quais partiram 20 grupos de 5 países diferentes - a primeira através de disco, a segunda com actuação ao vivo dos 12 grupos apurados, - a mais rodada criação d’Orfeu intensifica assim a sua agenda no país vizinho, numa altura em que a internacionalização dos Toques do Caramulo começa a ser uma realidade crescente. Depois de tournées em Espanha e Itália em 2008, o grupo tem previstos concertos também na Alemanha e na Suíça no Verão de 2009.

mais em http://www.festivalesprau.org/concurso/

Tudo sobre TC e agenda completa de concertos em
http://www.myspace.com/toquesdocaramulo

quinta-feira, 26 de março de 2009

Vem aí um festim!


29 Maio a 24 Julho 2009 | 1ª edição
20 concertos em 7 municípios

Hermeto Pascoal (Brasil)
Kepa Junkera (País Basco, Espanha)
Manecas Costa (Guiné-Bissau)
Le Vent du Nord (Québec, Canadá)
Musafir - Gypsies of Rajasthan (Índia)
Amsterdam Klezmer Band (Holanda)
Antonio Rivas & sus Vallenatos (Colômbia)

ÁGUEDA - SEVER DO VOUGA - ESTARREJA – OVAR
OLIVEIRA DO BAIRRO - ALBERGARIA-A-VELHA - AVEIRO

O festim foi apresentado hoje, em Águeda, em conferência de imprensa.

O festim - festival intermunicipal de músicas do mundo, em 1ª edição, chega ao público de 29 de Maio a 24 de Julho, com um cartaz partilhado que inclui nomes grandes vindos de vários continentes. O festival percorrerá, durante dois meses, os municípios de Águeda, Sever do Vouga, Estarreja, Ovar, Oliveira do Bairro, Albergaria-a-Velha e Aveiro, numa iniciativa da d’Orfeu Associação Cultural em parceria com as autarquias envolvidas.

Este novo festival intermunicipal recebe a herança dos festivais temáticos de músicas do mundo - uma área de paixão nas programações d’Orfeu -, que esta associação vinha programando em Águeda desde 2002. O festival doravante em rede, estrutura-se numa programação partilhada entre municípios vizinhos - Águeda, Sever do Vouga, Estarreja e Ovar são os pioneiros, num projecto a quatro anos -, a que se juntam mais três municípios nesta edição de 2009 (Oliveira de Bairro, Albergaria-a-Velha e Aveiro). Um cartaz à escala mundial promete singular festa em toda a região: a programação inclui, nesta 1ª edição, grandes nomes vindos do Canadá, Colômbia, Brasil, Holanda, Espanha, Guiné-Bissau e Índia.

O festim - festival intermunicipal de músicas do mundo, que decorrerá anualmente nos meses de Junho e Julho, é fruto de uma parceria abrangente com as quatro autarquias principais, suportada por um Acordo Tripartido com o Ministério da Cultura / Direcção-Geral das Artes. O objectivo é expandir o know-how cultural da d’Orfeu a um tecido de municípios vizinhos, incluindo Águeda como origem incontornável e principal beneficiária do projecto, e aplicar no terreno as suas teses de trabalho em rede, nomeadamente na extensão dos seus formatos e largamente reconhecidas práticas culturais.

O novo festival intermunicipal é o laço que une esta parceria intermunicipal.
Vem aí um verdadeiro festim!


Toda a programação estará brevemente disponível em www.festim.pt, sítio oficial do festival.

sábado, 21 de março de 2009

TGB: jazz ao palco das Sextas!

http://www.oncproducoes.com/musicos/tgb/

O jazz em Portugal não conhece muitos mais nomes do calibre destes três: o tubista Sérgio Carolino, o guitarrista Mário Delgado e o baterista Alexandre Frazão. TGB é este invulgar trio de tuba, guitarra e bateria, uma aposta que resulta em inédita combinação sonora ao serviço do jazz e da improvisação. O percurso de Delgado coloca-o entre os maiores guitarristas portugueses da actualidade. O brasileiro Frazão é um dos mais requisitados e multifacetados bateristas no nosso país. Carolino é um instrumentista português de reconhecimento mundial, autêntico virtuoso num inesperado instrumento como a tuba. Eis um concerto vertiginoso nas Sextas: vamos todos apanhar os TGB!

sábado, 14 de março de 2009

Coro Infantil EMtrad’ já (en)canta há um ano!















O Coro Infantil EMtrad’, nado e desenvolvido da d’Orfeu, vai assinalar o seu 1º aniversário de actividade com uma apresentação especial no Teatro de Bolso da Casa do Adro, no próximo domingo 15 Março 2009 pelas 16h00. Os doze pequenos magníficos percorrem um repertório infantil internacional, sob a orientação da maestrina Stanislava Pavlov e acompanhados pela pianista Ann-Marie Simões. O concerto terá a participação especial do Coro Misto do Orfeão de Águeda. A entrada é livre e a tarde promete emoções em palco.

Ao fim de um ano de muito trabalho de casa e algumas primeiras luzes de ribalta, a agenda do Coro Infantil EMtrad’ começa a sorrir como nunca. Além do “especial 1º aniversário”, nos próximos tempo as pequenas grandes vozes vão também cantar no Concerto de Primavera na ARCEL, Espinhel (22 Março), na Oficina de Música de Aveiro (29 Março), no espectáculo “A Volta ao Mundo em 1873 Compassos”, da EMtrad’, no CEFAS (24 Maio) e no Festival i, no Espaço d’Orfeu (30 e 31 Maio). Outros palcos se seguirão.

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Todos os ateliers do HEXA!

INSCRIÇÕES ABERTAS!

Workshops e Ateliers

CURSO DE ILUMINAÇÃO "Do Vazio até à Luz em si"
Cristovão Cunha
turma 1 - seg 2Mar | 18h00-22h00
turma 2 - ter 3 Mar | 10h00-16h00
15€ (10€ Cartão d'Orfeu)
Na natureza, temos o espectro da ausência, a sombra e a luz. A cor preenche os espaços vazios da oitava. Este é um curso intensivo dirigido a todos os que trabalham ou pretendem trabalhar, de forma profissional ou amadora, como técnicos de luz ligados às área do espectáculo e da produção cultural.

CURSO DE SOM

Vítor Génio
qui 26 e sáb 28 Fev | 19h00-22h00
15€ (10€ Cartão d'Orfeu)
O que é o som? Como funcionam as ondas sonoras, as vibrações? Este curso pretende conhecer melhor este actor invisível mas central, no que toca a concertos e espectáculos. Serão abordados conceitos como o espaço acústico ou o microfone: como determinam e influenciam os outros componentes?

CURSO DE CENOGRAFIA MULTIMÉDIA
Vítor Génio
qui 05 Mar | 19h00-22h00
15€ (10€ Cartão d'Orfeu)
O Curso de Cenografia Multimédia visa desenvolver e explorar a criação de cenários digitais para produtos de ficção ou reportagem televisiva. No caso de espectáculos ao vivo, a cenografia pode ser real ou projectada. Através da aprendizagem, aplicação das técnicas deste atelier pretende-se que, no final do curso, todos os formandos estejam aptos a desenvolver livre e criativamente um projecto de cenografia virtual.

TRATAMENTO DE IMAGEM DIGITAL

Hekiw http://hekiw.pt.vu/
ter 3 > sex 6 Mar | 19h00 - 20h30
25€ (15€ Cartão d'Orfeu)
Tratamento de imagem digital para principiantes: aprende como! Neste workshop serão analisadas as ferramentas básicas de enquadramento de imagem, desde a correcção de olhos vermelhos, inserção de texto, manipulação de cor, filtros, entre outros. O atelier certo para reunir bases sólidas em edição de imagem!

ANIMAÇÃO DIGITAL (ActionScript 2.0)

Bruno Vide
qui 26, sex 27 Fev | 19h00-21h00 e 22h00-24h00
sáb 28 Fev | 10h00-12h00 e 13h30-19h30
seg 2 Mar | 19h00-21h00 e 22h00-24h00
75€ (65€ Cartão d'Orfeu)
Formação direccionada para todos aqueles com conhecimentos de base em tratamento de imagem, numa altura em que a animação digital está cada vez mais exposta à cultura do entretenimento. Estimula-se a concepção e produção de experiências interactivas através da exploração dos conceitos “frame”, “scene”, “timeline”, a criação de objectos vectoriais/bitmaps, importação de objectos, sons, filmes e finalmente a execução de animações frame-a-frame (Motion Tweening, Shape Tweening) e utilização de botões animados. Integra e aplica as tecnologias de animação em 20h intensivas!

PURE DATA

João Martins
qua 4 Mar > Sex 6 Mar | 18h00-22h00
30€ (25€ Cartão d'Orfeu)
Pure Data é um ambiente de programação gráfica para áudio e vídeo usado como ambiente de composição interactivo e como estação de síntese e processamento de áudio em tempo real. Demonstrar-se-ão as virtudes do Pure Data com construção de uma instalação interactiva durante este workshop.

HARMONIZAÇÃO DE MELODIAS TRADICIONAIS COM O SISTEMA TONAL
Artur Fernandes (Danças Ocultas)
sáb 28 Fev | 14h30-19h30
10€ (gratuito para Cartão d'Orfeu e membros associações concelho)
Pretende-se com este workshop analisar e compreender a origem tonal de algum repertório tradicional português, bem como potenciá-lo harmonicamente com o sistema musical que terá suportado a sua criação – o Sistema Tonal. Este Workshop tem dois tipos de público-alvo:
- alunos do ensino especializado de música com formação em Análise e Técnicas de Composição e curiosidade pela música tradicional;
- músicos na área das músicas tradicionais com curiosidade pelas questões harmónicas.

A ARTE DE DIZER
José Rui Martins (ACERT)
dom 1 Mar | 18h00-24h00
10€ (gratuito para Cartão d'Orfeu e membros associações concelho)
Breve abordagem a distintos textos literários (poema e prosa): a escolha do texto, o(s) sentido(s) da leitura. A intencionalidade teatral da leitura e a busca da solução de interpretação. Ferramentas de trabalho para a arte de dizer. Exercícios de leitura de textos, procurando abordagens versáteis e coerentes.

INICIAÇÃO AO TEATRO E TÉCNICAS DO ACTOR
Ilda Teixeira (ACERT)
qua 4 Mar | 15h00-18h00
exclusivo para estudantes ESAP/ESMC
Com jogos, dinâmicas e exercícios parte-se à descoberta do trabalho do actor e do teatro, estimulando em cada um dos participantes toda a capacidade criativa, a capacidade de análise e observação, a capacidade de escuta de si mesmo e dos outros. Uma abordagem à voz, ao corpo, à postura, à construção da personagem, ao texto e ao espaço cénico.

**************************************************************

Residências Artísticas

Fernando Mota
Espaços Sonoros
qua 4 > sáb 7 Mar

Rui Júnior (Tocá Rufar)
Olhar Criativo
Qua 4 Mar | tarde

Tiago Pereira
VJ / Documentário / New Media
26 Fev >7 Mar

**************************************************************




Seminário para o Associativismo II

(gratuito para membros das Associações do concelho de Águeda)

VOLUNTARIADO, ESTRATÉGIA ASSOCIATIVA E PARTICIPAÇÃO

Miguel Torres (ACERT)
sáb 28 Fev | 14h00-18h00

GESTÃO DE EQUIPAS E CULTURA ORGANIZACIONAL
Rui Júnior (Tocá Rufar)
qua 4 Mar | 20h30-23h30

COMO ESTRUTURAR UM PROJECTO - descrição, objectivos, orçamento
Paulo Pereira
seg 2 Mar> qua 4 Mar | 18h30-21h30

FISCALIDADE E CONTABILIDADE ASSOCIATIVA
António Marques
sáb 28 Fev | 10h00-13h00 14h00-17h00

CANDIDATURAS A PROGRAMAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS DO IPJ
Luís Fardilha e Cristina Cunha (IPJ)
dom 1 Mar | 09h00-13h00


**************************************************************


INFORMAÇÕES GERAIS & INSCRIÇÕES (LIMITADAS)

d’Orfeu Associação Cultural
Rua Engº. Júlio Portela, 6
3750-158 Águeda
tel. 234 603 164
soraia@dorfeu.com
www.dorfeu.com

INSCRIÇÕES NO SEMINÁRIO PARA O ASSOCIATIVISMO II
Câmara Municipal de Águeda
Gabinete de Apoio ao Associativismo
Tel. 234610070 opção 2
paula.loureiro@cm-agueda.pt
elisabete.jorge@cm-agueda.pt

Todos os ateliers são sujeitos a pré-inscrição.
Além dos custos e descontos assinalados, todos os ateliers são gratuitos para alunos EMtrad’ e estudantes ESMC / ESAP (ao abrigo do protocolo entre as Associações de Estudantes e a d’Orfeu).