quinta-feira, 21 de maio de 2015

Festim conquista o selo EFFE!


O selo de qualidade EFFE junta-se à chancela EFWMF
À beira da 7ª edição, mais um reconhecimento para o Festim!

O Festim – festival intermunicipal de músicas do mundo, cuja edição deste ano começa a 13 de Junho, acaba de obter mais um reconhecimento internacional, o selo EFFE (Europe For Festivals, Festivals for Europe), no decorrer de um longo processo de avaliação que percorreu especialistas nacionais e um júri internacional. Esta distinção junta-se ao facto de o Festim ser, desde 2012, o único membro português do EFWMF – European Forum of Worldwide Music Festivals.

A plataforma EFFE, liderada pela European Festivals Association, visa distinguir os melhores festivais europeus através da atribuição de um selo de qualidade que garante notoriedade internacional aos galardoados, fazendo parte de um conjunto de meios promocionais a nível europeu. Foram muitos os festivais, pequenos e grandes, da música às artes digitais, de norte a sul da Europa que se candidataram à atribuição do selo EFFE. A plataforma conta com mais de 2500 registos e respectivas candidaturas.

Os candidatos foram avaliados por um júri com base em três parâmetros: empenho artístico, envolvimento com a comunidade e dimensão Europeia e Internacional. O Festim obtém assim mais um reconhecimento de excelência conforme os valores que o EFFE representa, fazendo parte de uma de uma plataforma dinâmica de intercâmbio que vai enriquecer a paisagem europeia dos festivais.

O Festim é organizado pela d’Orfeu num modelo intermunicipal de parceria com as Câmaras Municipais de Águeda, Albergaria-a-Velha, Sever do Vouga, Estarreja, Ovar e Oliveira do Bairro, o que tem permitido trazer a Portugal grandes nomes internacionais da world music que, de outra forma, seriam improváveis ou mesmo impossíveis em palcos nacionais.

A obtenção deste selo de qualidade ocorre na eminência do arranque da 7ª edição do Festim que, de 13 de Junho a 25 de Julho, se estenderá por um total de 17 concertos, na festiva viagem deste ano por quatro continentes, com Kepa Junkera & Sorginak (País Basco, Espanha), Jacky Molard Quartet (Bretanha, França), Noreum Machi (Coreia do Sul), Hamilton de Holanda e Diogo Nogueira (Brasil), Brigada Victor Jara (Portugal), Richard Bona (Camarões), Orquestra Típica Fernández Fierro (Argentina) e Ferro Gaita (Cabo Verde).

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Festival i, o non-stop de artes para toda a família!

Venda Nova transforma-se em auditório ao ar livre, na abertura, esta sexta à noite!

Festival i - o programa ao detalhe

ÁGUEDA, 15, 16 e 17 MAIO

DESDOBRÁVEL DO PROGRAMA (VERSÃO DIGITAL)



SEXTA 15 MAIO

10h30 e 14h30, sessões escolares
(v. no fundo da página)

21h00, Rua da Venda Nova
Reentrâncias da Venda Nova
A noite começa com as animações do Teatro Infantil d'Orfeu pela rua adentro, nos seus mini-pátios e mini-jardins. O público é convidado a entranhar-se nas frestas que a rua conserva. 

21h30, Rua da Venda Nova 
Era Uma Vez...2 Pés! - Teatro dei Piedi (Itália)
A espantosa arte de teatro visual com os pés, na noite de abertura, com a rua da Venda Nova transformada em auditório ao ar livre. Com uma genial mímica corporal, cada parte do corpo se veste e transforma em frente aos espectadores, criando incríveis figuras com os próprios pés da actriz. Espectáculo fascinante que encanta todas as idades. Autêntica poesia com os pés! 

SÁBADO 16 MAIO

10h30, Biblioteca Municipal Manuel Alegre
Crassh Babies
Combinação de percussão e movimento, em que tudo é pretexto para produzir som. Da voz ao pvc, tudo serve para estimular os sentidos e proporcionar momentos únicos entre pais e bebés.  

11h00, Junta de Freguesia de Águeda e Borralha
Borbolino (nova versão)
O grilo Borbolino regressa para novas e formidáveis aventuras, em estreia de nova versão do espectáculo. Esta história demonstra como, entre diferentes criaturas, se podem criar laços infinitos. Uma formidável amizade entre uma criança e um grilo cantor apaixonado.

14h30, Auditório Ana Paula Silva
Adormecida - Marionetas de Mandrágora
Fiar e tecer sem parar. A ladaínha na construção de um fio de lã, como trajecto que vai do novelo ao tecido. Entre a roca e o fuso, um espectáculo de beleza única sobre duas fiandeiras de um tempo perdido. Adormecidas, suspensas, aprisionadas pelo seu trabalho, precisam de se libertar, de acordar. Uma das mais prestigiadas companhias de marionetas do país pela primeira vez no i. 

14h45, Adro da Igreja
Lullaby - Cão à Chuva
Vagueia sozinho e desleixado um palhaço esquecido, de nariz gasto e roupas mal lavadas. Vive, triste, o seu aniversário. Precisa de ajuda para reencontrar a alegria, este palhaço bizarro e provocador. 

15h30, Auditório do CEFAS
Peregrinação - Marcelo Lafontana
Num palco transformado em estúdio de cinema, as imagens de minúsculas marionetas são recolhidas e tratadas por um sistema informático que sonoriza e insere efeitos especiais para uma projecção de grande formato, tudo em tempo real. Uma espantosa versão multidisciplinar das aventuras do maior anti-herói da história portuguesa quinhentista, Fernão Mendes Pinto, aqui um personagem intemporal. 

16h45, Espaço d'Orfeu (pátio)
Homem-Orquestra - Encerrado Para Obras
Um músico que toca vários instrumentos em simultâneo é um verdadeiro homem-orquestra. Também o reportório é inesgotável e adaptado às circunstâncias. Junte-se ao coro quem quiser.  

17h30, Espaço d'Orfeu (quintal)
O Ninho (El Niu) - Dudu & Cia. (Catalunha)
Espectáculo de clown gestual, sem palavras e com piano ao vivo. Chegam com as suas malas de viagem, muitas, de todos os tamanhos, sem se perceber se têm destino. Um pedaço de giz dá asas à imaginação. Interacção constante, sem regras, por dois seres enigmáticos cuja presença não nos deixa indiferentes. São personagens com alma de pássaro, perspicazes, que cativam imediatamente.

18h15, Espaço d'Orfeu (tenda)
Canta-me Como Foi - Escola de Artes da Bairrada
Concerto temático com as melhores músicas de um dos marcos da história recente de Portugal, o 25 de Abril. Nos anos setenta e oitenta, o imaginário infantil foi povoado por estas canções dos adultos. Estes, por sua vez, viviam uma euforia infantil, com a conquista da liberdade. O corpo criativo da Escola de Artes da Bairrada encerra o non-stop de sábado com uma apoteose para todas as idades! 

DOMINGO 17 MAIO

10h30, Espaço d'Orfeu (tenda)
Encontro de trad'Orquestras Infantis - opÁ! convida o planalto mirandês
A opÁ! - orquestra percussiva de Águeda, projecto pedagógico da d’Orfeu em parceria com instituições sociais do concelho, depois de um ano de grandes feitos, acolhe em Águeda a visita de um projecto congénere de outro ponto do país. No caso, de uma ponta do país: do planalto mirandês, chega o Coro das Escolas de Miranda do Douro e a alegria da sua música em língua própria. A festa vai ser bonita, com largas dezenas de pequenos músicos, de Águeda e das Terras de Miranda, juntos para novas tradições. 

14h30, Auditório Ana Paula Silva
Luminoso - Encerrado Para Obras
O Sr. Luminoso é contador de histórias, músico, malabarista, detective e um bocadinho cientista. Vive numa aldeia banhada pelo sol, a Soalheira, com a sua companheira Maria da Luz, a luz dos seus olhos. Mas um dia o sol desaparece do céu! Uma viagem ao mundo da luz e da cor, explorando diversos tipos de iluminação e recorrendo a conceitos científicos trocados por miúdos. 
  
14h45, Adro da Igreja
Portugal dos Cabeçudos - Cabeças no Ar e Pés na Terra
Mini-espectáculo de marionetas cabeçudas que sintetiza o que é ser português desde o berço Afonsino até aos nossos dias. Baseado em factos históricos e em aldrabices ao mesmo tempo. 
  
15h30, Auditório do CEFAS
Bandas Sonoras de Bolso - Aquilo Que Vocês Quiserem
Cinco jovens vozes femininas e os seus instrumentos de bolso, com divertidas versões de bandas sonoras de filmes. Além de excelentes intérpretes e instrumentistas, estas miúdas vivem a música com uma naturalidade e intensidade que, em vez do palco, mais parecem estar na informalidade de uma sala de estar. Não é certo que os graúdos gostem menos que os filhos. 

16h45, Espaço d'Orfeu (quintal)
Contos ao Pôr-do-Sol - O Nariz
Quem conta um conto acrescenta um canto. Histórias contadas e também cantadas. Sessão de música e contadores de histórias, tradicionais ou de autor, à sombra das árvores do quintal. 

17h30, Espaço d'Orfeu (latada)
À Espera que Volte - Teatro do Montemuro
Peça de teatro para um actor e 7 crianças do público. Piotor não é português, é russo. Caiu de um avião de carga numa noite de temporal, numa serra árida onde depois de muito andar no escuro, encontra um cão, que o leva para junto do seu rebanho e assim chegam à aldeia. Na aldeia há um teatro e Piotor revela-se! É ali que apresenta a história de uma viagem mágica de uma gota de água. 

18h15, Espaço d'Orfeu (tenda)
De Paseo - Claire Ducreux (França/Catalunha)
Um banco de jardim não quer ficar no sítio e uma dançarina quer sentar-se. Um solo de dança no meio do nada. Um momento gracioso, delicado, fascinante. Engraçado também. Ou como os grandes espectáculos não precisam de grandes meios mas sim de grandes intérpretes. Um dos momentos mais ternos do festival está guardado para o fim. Claire, uma artista maior a encerrar o i! 

Animação Permanente
(Sábado e Domingo) 

11h00, Baixa da cidade | 16h30, Adro
Banda às Riscas
Estes músicos-clown vão espalhar risos, energia e boa disposição por onde passarem, com temas do imaginário popular e circense. São às riscas mas não seguem nada à risca. Animação garantida.

16h00 - 19h00, Espaço d'Orfeu
Assistência Lúdica em Viagem + Parqu'i + A Seguir és Tu! 
O Espaço d’Orfeu vai estar mais animado que nunca! A Lud In e a Escola Profissional de Aveiro vão encher o espaço de jogos, diversões e pinturas, num parque lúdico permanente, para todos. 

Sessões Escolares
(Sexta 15 Maio)

10h30, Auditório do CEFAS
A Maior Flor e Outras Histórias Segundo José - Teatro Art'imagem
Inspirado na obra de José Saramago, com as criaturas reais, mais ou menos fantasiadas, que povoaram a sua infância e as recordações do que era viver, trabalhar e brincar na sua aldeia.    
  
14h30, Instituto Duarte Lemos
Cavaleiro, Procura-se! - Teatro das Beiras
Homenagem aos saltimbancos do imaginário do teatro itinerante. O valente cavaleiro salva sempre a princesa, mas esta história de capa e espada é contada à luz dos tempos modernos.

14h30, Auditório Ana Paula Silva
Smile - BAAL 17
O acaso junta duas personagens que, com um sorriso sempre à mão e a ternura sempre ao pé, questionam o que se esconde por trás de um sorriso. Smile, um espectáculo sem idade.  


quinta-feira, 7 de maio de 2015

Festim 2015 apresentado! Oito grandes nomes na região!

www.festim.pt
13 Junho a 25 Julho 2015  |  7ª edição

Desvendado o programa do Festim 2015 em conferência de imprensa conjunta

Rede de Municípios e d’Orfeu anunciaram hoje, em Estarreja, o cartaz completo da 7ª edição do Festim!
Kepa Junkera & Sorginak
(País Basco, Espanha)
Jacky Molard Quartet
(Bretanha, França)
Noreum Machi
(Coreia do Sul)
Hamilton de Holanda e Diogo Nogueira
(Brasil)
Brigada Victor Jara
(Portugal)
Richard Bona
(Camarões)
Orquesta Típica Fernández Fierro
(Argentina)
Ferro Gaita
(Cabo Verde)
O cartaz completo da 7ª edição do Festim - festival intermunicipal de músicas do mundo foi hoje apresentado no Cine-Teatro de Estarreja, numa Conferência de Imprensa conjunta dos seis Municípios parceiros: Águeda, Albergaria-a-Velha, Sever do Vouga, Estarreja, Ovar e Oliveira do Bairro. Este modelo de programação em rede tem permitido trazer a Portugal grandes nomes internacionais da world music que, de outra forma, seriam improváveis ou mesmo impossíveis em palcos nacionais.

De 13 de Junho a 25 de Julho, esta 7ª edição estende-se por um total de 17 concertos maioritariamente realizados ao ar livre, devolvendo a festa à rua com concertos em espaços públicos, mas também em alguns dos equipamentos culturais da região, na festiva viagem deste ano por quatro continentes.

À 7ª edição, o Festim oferece os encantos de toda uma região ao público que assistir aos concertos de Kepa Junkera & Sorginak (País Basco, Espanha), Jacky Molard Quartet (Bretanha, França), Noreum Machi (Coreia do Sul), Hamilton de Holanda e Diogo Nogueira (Brasil), Brigada Victor Jara (Portugal), Richard Bona (Camarões), Orquestra Típica Fernández Fierro (Argentina) e Ferro Gaita (Cabo Verde).

A conferência de imprensa, que foi aberta pelo Presidente da Câmara do Município anfitrião, Diamantino Sabina, contou ainda com as intervenções de João Alegria (CM Estarreja), Elsa Corga (CM Águeda), Catarina Mendes (CM Albergaria-a-Velha), Almeida e Costa (CM Sever do Vouga), Alda Ribeiro (CM Ovar) e Catarina Pereira (CM Oliveira do Bairro) e do programador do festival, Luís Fernandes (d'Orfeu Associação Cultural). Único festival português a integrar a rede europeia “European Forum of Worldwide Music Festivals”, o Festim acontece, de novo, a partir de 13 de Junho!

todo o programa está no sítio oficial
www.festim.pt
www.facebook.com/dorfeu.festim


libreto com programa detalhado (versão digital)
http://festim.pt/site/assets/files/1087/libreto_festim_2015-1.pdf


quinta-feira, 30 de abril de 2015

Junta-te à equipa de Voluntariado do Festival i!

Inscrições abertas para 
Voluntários do Festival i
www.dorfeu.pt/i

Ajuda bem-vinda:
bilheteiras
controle de acessos
acompanhamento de artistas
apoio logístico
apoio a montagens técnicas

Vantagens da experiência de voluntariado na d’Orfeu:
tomar contacto com a dinâmica da produção de eventos
contribuir para a realização de actividades culturais
conviver de perto com artistas
assistir a um leque diverso de espectáculos
conhecer pessoas novas
3 dias intensos de entreajuda e convívio

A d'Orfeu garante-te:
alimentação nos dias de apoio ao festival
alojamento (se necessário)
pulseira de acesso ao festival
t-shirt d'Orfeu
certificado de voluntariado
jantar convívio no último dia

INSCREVE-TE JÁ NESTE FORMULÁRIO
www.dorfeu.pt/voluntariado

A equipa d'Orfeu agradece o teu apoio!
Vamos todos fazer um i maior!

terça-feira, 28 de abril de 2015

Conferência Imprensa Festim 2015 - quinta 7 Maio, 11h00

Quinta 7 Maio 2015, 11h00
CONFERÊNCIA DE IMPRENSA
Apresentação do programa da 7ª edição – Festim 2015

A d’Orfeu Associação Cultural e os Presidentes das Câmaras Municipais de Águeda, Albergaria-a-Velha, Sever do Vouga, Ovar, Estarreja e Oliveira do Bairro convidam toda a Comunicação Social para a Conferência de Imprensa conjunta de apresentação da 7ª edição do “Festim - festival intermunicipal de músicas do mundo”.

A apresentação terá lugar na próxima quinta-feira 7 de Maio de 2015, pelas 11h00, no Cine-Teatro de Estarreja.

Contamos com a V/ presença e divulgação jornalística desta aliciante 7ª edição do Festim.

www.festim.pt/
www.facebook.com/dorfeu.festim

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Festival i regressa em Maio, com novidades!

O Festival i, a grande festa das artes em família, chega à sua 7ª edição. É um festival já crescidinho e, quando chega, a Primavera põe-se mais alegre e divertida. De 15 a 17 de Maio, a d’Orfeu apresenta um fim-de-semana inteiro de programação non-stop para público infantil e familiar, no programa mais extenso de sempre do festival, com 22 propostas distintas entre sexta e domingo.

No dia de sexta, o Festival i interage com a comunidade escolar do concelho de Águeda, com vários espectáculos dirigidos especificamente às turmas escolares, envolvendo centenas de alunos. 

A abertura pública do festival dá-se na sexta-feira à noite, em plena Rua na Venda Nova, num convite aberto à cidade. A noite de abertura, desta vez com a companhia italiana “Teatro Dei Piedi”, pretende fazer jus à magia que o público sentiu, na última edição, ao ver a rua transformada em auditório ao ar livre. Desta vez, o público pode começar a chegar mais cedo, pois a Venda Nova vai estar animada nas suas entranhas.

Depois, no sábado e no domingo, o habitual non-stop das 10h30 às 19h30, num roteiro que inclui Espaço d’Orfeu, Auditório do CEFAS, Biblioteca Municipal Manuel Alegre, Auditório Ana Paula Silva, Junta de Freguesia de Águeda/Borralha e várias zonas da cidade. O programa inclui uma nova série de fascinantes propostas artísticas, desde os bebés até aos mais espigadotes, sempre numa perspectiva de fruição familiar.

Uma das grandes novidades desta edição do festival é o Encontro de trad’Orquestras Infantis, que culminará, no domingo de manhã, com a apresentação conjunta da opÁ! – orquestra percussiva de Águeda e do Coro das Escolas Básicas de Miranda do Douro, projectos congéneres cruzando culturais regionais, com largas dezenas de pequenos músicos, de Águeda e do planalto mirandês, juntos para novas tradições.

O Festival i é já uma mostra de referência da melhor criação artística nacional, desta vez também com a presença de artistas internacionais oriundos de Espanha, França e Itália. O público vai cirandar de espectáculo em espectáculo e, este ano, terá que decidir bem o que quer ver, pois há cada vez mais programação simultânea, acompanhando a evolução de espectadores que o Festival i tem tido.

Venham todos fazer um grande i!

Esta sexta à Feira, em Contracorrente!


sexta 24 Abril, 22h00
“Contracorrente” ao vivo
em Santa Maria da Feira!
Cineteatro António Lamoso

http://cineteatro.cm-feira.pt/

“Contracorrente
” é uma volta ao mundo nas músicas de intervenção, com Sara Vidal (voz), Miguel Calhaz (voz e contrabaixo), André Cardoso (guitarra), Rodrigo Neves (saxofone) e Manuel Maio (bandolim, violino, direcção musical).

Homenagem à música de intervenção, resgatando da memória e reivindicando para a actualidade as músicas e as vozes de resistência que marcaram a História do século vinte, como o português José Afonso, o chileno Victor Jara, o argelino Idir ou o brasileiro Chico Buarque, entre outros. De Portugal à descoberta de múltiplas latitudes, "Contracorrente" é uma volta ao mundo cantada em vários idiomas e um manifesto de que, ainda hoje, resistir é uma forma de existir.