quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

OuTonalidades 2016 na reta final!

20º OuTonalidades termina a 15 de dezembro, depois de 70 concertos!


Kepa Junkera Trío é um dos últimos projetos a pisar os palcos nacionais da 20ª edição do circuito.

A percorrer o país de lés-a-lés desde 21 de setembro, o OuTonalidades 2016 chega este mês ao fim, levando aos palcos do circuito português os últimos nomes da temporada: Uxía & João Gentil, Kepa Junkera Trío, Songbird e César Cardoso Quartet. Há música ao vivo em Estarreja, Ovar, Tavira, Idanha e Guarda até final desta 20º edição.

Esta edição do circuito português de música ao vivo contou com 70 concertos, de 38 grupos, em 40 espaços, distribuídos por Portugal, Galiza e diversas extensões nacionais e internacionais estabelecidas para 2016, fruto de parcerias da d’Orfeu AC. Estas parcerias, em franca expansão, extravasam o tempo e os espaços do próprio circuito OuTonalidades e levaram 14 grupos a realizar 22 concertos em 4 países: Portugal, Espanha, França e, pela primeira vez, no Brasil.

Em Portugal, o melhor da música ao vivo passou por Águeda, Ovar, Albergaria-a-Velha, Santa Maria da Feira, Viseu, Penedono, Tavira, Sever do Vouga, Idanha-a-Nova, Estarreja, Idanha-a-Velha e Famalicão da Serra. Coordenado pela d’Orfeu AC, em colaboração direta com inúmeros parceiros (Municípios, Teatros, Associações), o circuito consolidou, assim, uma grande rede de programação que junta grupos emergentes e reconhecidos, todos de inegável qualidade, resultantes de um processo que iniciou com 253 grupos candidatos.

O próximo OuTonalidades já está em preparação, iniciando-se no dia 16 de dezembro (e até 31 de janeiro) o período para as inscrições de grupos para a edição de 2017 do circuito, que deverão ser submetidas emwww.dorfeu.pt/outonalidades.


PRÓXIMOS (E ÚLTIMOS) CONCERTOS OUTONALIDADES 2016: 
QUA 7 DEZ, 22H00
Uxía&João Gentil | Café-concerto do Cine-Teatro de Estarreja

SEX 9 DEZ, 22h00
Songbird | Centro de Arte de Ovar
Kepa Junkera Trío | Casa do Povo de Santo Estêvão, Tavira

SÁB 10 DEZ, 21H30
Kepa Junkera Trío | V Festival Fora do Lugar, Idanha-a-Velha

DOM 11 DEZ, 18H00
Kepa Junkera Trío | Casa da Cultura de Famalicão da Serra, Guarda

QUI 15 DEZ, 21H30
César Cardoso Quartet ”Bottom Shelf” | Museu Júlio Dinis, Ovar

+ INFO: www.dorfeu.pt/outonalidades
Segue o circuito também em www.facebook.com/outonalidades

Novo disco de Toques do Caramulo já "Mexe!"

CD “Mexe!” foi pré-lançado e está disponível em condições exclusivas.

Videoclipe já rola, novo disco já mexe! 
Vídeoclipe “Pena Verde” (CD Mexe!, 2017)


Foi apresentado a 2 de dezembro, no intimismo do bard’O, o novo álbum dos Toques do Caramulo “Mexe!”, numa sessão que, além da viagem aos bastidores de todo o processo de gravação, deu também a conhecer o videoclipe oficial do tema “Pena Verde”. O disco será editado oficialmente em janeiro de 2017 e o concerto de apresentação, em Águeda, terá lugar a 10 de março de 2017.

Mexe!, cujo lançamento nacional está previsto para janeiro próximo, é o terceiro disco do percurso dos Toques do Caramulo. No paradoxo de um título nascido quando, em estúdio, se gritou o triunfal não mexe!, este disco é um rodopio alegre e também profundo, que conta com participações especiais de Eliseo Parra e Hermeto Pascoal, entre outros convidados. Foi produzido por Eliseo Parra e Manuel Maio, tendo sido gravado entre Portugal e Espanha.

Mesmo antes da edição oficial, “Mexe!” já está disponível em condições exclusivas. A compra de CD dá direito à oferta de bilhete para o concerto de apresentação de Mexe! a 10 março de 2017, em Águeda, integrado na programação das Sextas Culturais. Com a campanha em vigor, é possível também adquirir dois discos por 15 (sendo o preço unitário de 10), sempre com a oferta dos respetivos bilhetes. A venda decorre na Lojinha do Espaço dOrfeu ou solicitando envio à cobrança através do e-mail lojinha@dorfeu.pt. Toda a informação em www.dorfeu.pt/lojinha

Na sessão de pré-lançamento, que brindou os presentes com diversas curiosidades sobre o novo disco, foi anunciada a edição de um Manual de Partituras com os arranjos originais de Toques do Caramulo. Foi ainda apresentado o videoclipe oficial do tema Pena Verde que, nestes primeiros dias, conta já com milhares de visualizações e centenas de partilhas no Facebook oficial do grupo, em www.facebook.com/toquesdocaramulo.

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

2 dezembro, OuTonalidades e muito mais, no Espaço d'Orfeu!

O portão vai abrir para a rua, com OuTonalidades, aniversário, CD novo e outras novidades!
Espaço d’Orfeu em modo celebração, com rock francês na latada! 

SEXTA 2 DEZEMBRO, 22h00
Espaço d’Orfeu | Águeda
[Caméra] - França 
18h30 pré-lançamento do CD “Mexe!”
20h30 Assembleia Geral (para Sócios)

Prestes a cumprir 21 anos, a d’Orfeu AC anuncia, para sexta-feira 2 de dezembro, um fim de dia intenso: começa com um pré-lançamento de “Mexe!”, o novo disco de Toques do Caramulo (18h30), prossegue com uma Assembleia Geral de Sócios (20h30) e culmina, pelas 22h00, na latada, com o concerto do franceses [Caméra], um dos grupos internacionais do OuTonalidades 2016. A entrada é livre e a noite é de festa! 

Diretamente de França, os [Caméra] são o terceiro e último nome escolhido para o OuTonalidades 2016 em Águeda, com atuação marcada para 2 de dezembro pelas 22h00, enquanto o circuito continua a percorrer o país até 16 de dezembro. Com vozes quentes e guitarras enérgicas, os [Caméra] prometem uma noite de puro rock, que descrevem como uma pintura sonora para testemunhar a nossa existência, sentimentos e visões. Este concerto na latada do Espaço d’Orfeu, de portão aberto como extensão da rua, assinala também a despedida deste espaço tal como o conhecemos, pois antecede uma intervenção de fundo que o requalificará a curto prazo, com novas valências para a atividade da Associação.

Mas o programa de atividades dessa sexta-feira começa mais cedo. Pelas 18h30, o bard’O acolhe a sessão de pré-lançamento do novo disco dos Toques do Caramulo - Mexe! -, cujo lançamento oficial será em 2017. Além de filmagens das gravações em Portugal e Espanha e da apresentação das curiosidades do disco, será apresentado, em primeira mão, o videoclipe oficial. Os presentes poderão, exclusivamente nesse dia, comprar o disco “Mexe!” em condições irrepetíveis (dois CD pelo preço de um, com o bónus de bilhetes para o concerto de lançamento em Águeda, cuja data e local serão também ali anunciados). Neste encontro será ainda desvendada outra novidade: a edição de um Manual de Partituras com os arranjos originais de Toques do Caramulo, na relação umbilical que este projeto criativo tem com a formação. Vai ser possível conhecer mais detalhes sobre o projeto e apalpar um exemplar de prova. E as novidades não ficarão por aí.

Ainda na noite de 2 de dezembro, às 20h30, terá lugar na sede uma Assembleia Geral, mobilizando os Sócios entre motivos vários de celebração. Entre discos novos em folha, discussões associativas e música, muita música, prevê-se uma noite longa e festejada no Espaço d’Orfeu a 2 de dezembro. À beira dos 21 anos, somos todos d’Orfeu!

Todo o programa OuTonalidades 2016: www.dorfeu.pt/outonalidades
Segue o circuito também em www.facebook.com/outonalidades 

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Mexe! - o novo disco de Toques do Caramulo!

Terceiro disco do grupo foi produzido por Eliseo Parra e Manuel Maio
Toques do Caramulo de regresso aos discos!
Pré-lançamento de “Mexe!” a 2 de dezembro.


Foto © Ana Filipa Flores | d’Orfeu

Vídeos promocionais das gravações em estúdio:

Está pronto o novo disco dos Toques do Caramulo. Chama-se “Mexe!”, foi gravado durante o último ano e conta com participações especiais de Hermeto Pascoal e Eliseo Parra, tendo sido produzido por este último e por Manuel Maio. Depois de “Toques do Caramulo é ao Vivo!” (2007) e “Retoques” (2011), o projeto criativo mais identitário da d’Orfeu lança novo CD, uma década depois do primeiro. Com o novo disco na bagagem, o grupo prosseguirá em 2017 a sua digressão nacional e internacional.

A d'Eurídice, braço editorial da d'Orfeu AC, vai editar “Mexe!” em janeiro de 2017. A sessão de pré-lançamento, com apresentação do disco, está marcada para 2 dezembro ao final da tarde, no Espaço d’Orfeu, onde será possível percorrer todo o processo de gravações e conhecer, em primeira mão, o seu alinhamento e as suas curiosidades. Os presentes nesse dia poderão, ainda, pré-adquirir o CD em condições muito especiais, mesmo antes do lançamento oficial.

No paradoxo de um título nascido quando, em estúdio, se gritou o triunfal “não mexe!”, o terceiro disco de Toques do Caramulo é um rodopio alegre e também profundo. Este álbum de sons resgata os primeiros viras retocados, reminiscência da dança. E deslinda recolhas de palavras bem ditas, ecos de festa na boca da serra. Traz ainda modas pintadas de fresco que, velhas, mexem todas só de vestir novo. Toques do Caramulo, no disco ou em palco, é tradição vivida, retocada e mexida.

O novo disco, marco importante do percurso dos Toques do Caramulo, conta com Luís Fernandes (voz, acordeão, flauta, viola braguesa), Pedro Martins (bandolim, violino), Miguel Cardoso (contrabaixo), Alex Duarte (guitarra, flauta), Gonçalo Garcia (bateria e percussões), que aprofundaram neste “Mexe!” um trabalho coletivo de vozes, cada vez mais presentes na sonoridade do grupo. Todos os temas são tradicionais, com arranjos de Luís Fernandes e, num dos temas, também de Manuel Maio. O cantautor espanhol Eliseo Parra e o multi-instrumentista português Manuel Maio, além de assinarem a produção do disco, participam também como músicos convidados em alguns temas, além de Sónia Sobral (acordeão), Ana Conceição (violoncelo) e Rui Ferreira (cavaquinho), sendo este último responsável pelas misturas e masterização.

O disco contém algumas verdadeiras pérolas, tal como uma recolha local, com a voz de David Fernandes, musicada pelo brasileiro Hermeto Pascoal com o Som da Aura, técnica sonora celebrizada pelo músico brasileiro. Outra fusão é a de uma recolha dos anos setenta, numa aldeia serrana do concelho de Águeda, feita por Américo Fernandes ao repentista José Carlos, que é cantada por cima de um dos temas mais antigos do repertório de Toques do Caramulo. O disco resgata ainda, de forma simbólica e criativa, as primeiras gravações de Rui Oliveira para este mesmo disco em 2013, então não editado, com a formação à data (Lara Figueiredo, Aníbal Almeida, Francisco Almeida, Ricardo Coutinho, além de Luís Fernandes e Miguel Cardoso), matizando a própria história de Toques do Caramulo.

“Mexe!” foi gravado entre fevereiro e maio de 2016, no estúdio de Eliseo Parra em Candeleda (Espanha) e nos estúdios do DeCA – Universidade de Aveiro (Portugal). Esta edição conta com os apoios da AC/E Acción Cultural Española, da Fundação GDA, do DeCA / Universidade de Aveiro, da Câmara Municipal de Águeda e da Direção-Geral das Artes.


segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Reportório Osório regressa quarta-feira a Aveiro!

Aveiro, novamente, “indefinidamente assim”!

quarta 2 novembro 22h00
Aveiro  |  Espaço GrETUA

www.facebook.com/GrETUA.oficial
BILHETES À VENDA


Foto © Pedro Sottomayor

O Espaço GrETUA recebe, na próxima quarta-feira, 2 novembro, às 22h00, o espetáculo “Reportório Osório”. O regresso a Aveiro desta criação músico-teatral da d’Orfeu AC está integrado no programa do SALTA’16 - Mostra de Teatro e Cultura na Universidade de Aveiro. Os bilhetes estão à venda no local. 

 Acabados de chegar de uma digressão de cinco concertos no Brasil, Luís Fernandes (voz) e Sónia Sobral (acordeão) regressam a uma sala onde já foram aclamados em 2014, esperando esgotá-la de novo esta quarta-feira. As mais belas “canções de umor” voltam a marcar presença num espaço onde não faltam seguidores do Reportório Osório.

“Reportório Osório” é uma coleção de canções, aliando a escrita sagaz de Luís Miguel Fernandes à magistral música de Luís Cardoso. Um desfiar de histórias pessoais no masculino, quase sempre íntimas, do dilema ao dilúvio em poucas estrofes. O quotidiano das relações afetivas transformado em canções irónicas (para não lhes chamar heróicas), em que a teatralidade da interpretação só reforça o perfil de cada personagem.

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Viola caipira em Águeda, com o OuTonalidades!

20º OuTonalidades traz alianças internacionais à casa-mãe do circuito, em Águeda.
Fábio Neves, do Rio de Janeiro para o intimismo do bard’O!

sexta 28 outubro, 22h00
Espaço d’Orfeu | ÁGUEDA
entrada livre
Fábio Neves, violeiro brasileiro, é o próximo convidado do Espaço d’Orfeu para as noites de OuTonalidades em Águeda. O músico carioca dá o seu recital de viola caipira em Águeda, na próxima sexta-feira, 28 de outubro, às 22h00. É resultado de uma das alianças internacionais do circuito português, este ano com Espanha, França e, pela primeira vez, com o Brasil.

No espetáculo "Beira Rio - A Viola Brasileira de Fábio Neves", o músico apresentará a sua leitura musical sobre obras brasileiras nos seus instrumentos de corda, promovendo paralelos entre as linguagens musicais no Brasil e em Portugal. O reportório do concerto adianta peças do novo álbum de Fábio Neves, que será lançado em breve.


Este concerto de Fábio Neves sucede à presença da também brasileira Kátya Teixeira, no mesmo espaço, no mês passado. O ciclo do 20º OuTonalidades em Águeda encerrará a 2 de dezembro, com o Espaço d’Orfeu a acolher o rock dos franceses [Caméra].


Programa completo do 20º OuTonalidades:

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Novidades na d'Formação - últimas vagas!

OFERTA FORMATIVA COMPLETA
- ARRANQUE DO ANO LETIVO 2016/2017 -


Instrumentos (Aulas Individuais, Naipe ou Tocata)
Acordeão – Bateria – Canto – Cavaquinho – Clarinete – Concertina – Flauta Transversal – Formação musical – Gaita de Foles  – Guitarra acústica – Guitarra elétrica – Percussão – Piano – Viola Braguesa – Violino – Outros

opÁ! - orquestra percussiva de Águeda
Projeto social/comunitário para jovens dos 10 aos 18 anos.1 sessão semanal | sessões de 1h 
IPSS E ATL com inscrição prévia e limitada
enviar pedido <opa@dorfeu.pt


Expressão Musical para Bebés
até aos 24 meses | 1h semanal 
Através da exploração de instrumentos e objetos vamos estimular os sentidos dos bebés e com eles descobrir um novo mundo sonoro. 

Canto na Gravidez
grávidas e acompanhantes | 1º sábado de cada mês (manhãs) | 1h por sessão O feto ouve a voz da sua mãe melhor do que a de outras pessoas, uma vez que a recebe diretamente através do seu corpo em forma de vibrações, para além de captar com os seus ouvidos os sons que se produzem fora do útero. Sendo o canto um importante meio de expressão de sentimentos, a sua prática pode constituir uma importante fonte de bem estar para a mulher, bem como a criação de laços afetivos com o seu bebé. 


Expressões Artísticas
dos 4 aos 6 anos | 45 min semanais Não há limites nem idades para a criatividade. Este é um espaço aberto para a exploração de várias expressões artísticas para os mais pequenos.

Núcleo de Teatro
para adultos
Desenvolver o trabalho de ator / interpretação / espaço cénico para a criação de um espetáculo a apresentar publicamente.

Expressão Teatral para Crianças
dos 10 aos 16 anos | 1h semanal O Teatro é uma das formas artísticas mais antigas utilizada para contar histórias. Através das suas variadas técnicas vamos dar expressão às histórias dos nossos adolescentes.


Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail <dformacao@dorfeu.pt>, na página www.dorfeu.pt/dformacao, pelos telefones 234603164 / 934623775 ou presencialmente na d’Orfeu, no horário habitual de atendimento (9h30-12h30 e 14h00-18h30).


Estão também a decorrer as inscrições para o Curso Livre de Música Tradicional, uma parceria da d’Orfeu AC com o Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Aveiro, podendo ser obtidas mais informações pelo telefone 234378770 ou na página oficial do Conservatório em www.cmacg.pt.

www.dorfeu.pt/dformacao 

"Conchas" a caminho da Noruega!


Co-produção luso-norueguesa chega domingo aos bebés nórdicos.
Espetáculo para bebés “Conchas” apresenta-se em festival na Noruega!
9 outubro, 14h00 | Figur i Fossekleiva (FiF), SVELVIK


O espetáculo “Conchas”, uma co-produção luso-norueguesa estreada este ano em Portugal, apresenta-se a 9 de outubro no Festival Figur i Fossekleiva, na cidade de Svelvik, na Noruega. A organização é de Franzisca Aarflot produksjoner, igualmente parceira deste projeto criativo, desenvolvido no âmbito do programa “Pegada Cultural”, juntamente com a d’Orfeu AC e Marionetas de Mandrágora. A versão norueguesa desta criação - “Havet” (Mar) - também se estreou esta semana, neste mesmo festival, após vários meses de pesquisa e construção, incluindo uma passagem por Portugal em residência artística. O elenco português de “Conchas” parte esta semana para onde já havia bebido inspiração durante o processo criativo. Agora é a vez de devolver “Conchas” ao mar da Noruega!