quarta-feira, 29 de julho de 2015

No Andanças e Bons Sons sob o signo OuTonalidades!

Parcerias também com festivais no estrangeiro,
no âmbito do OuTonalidades 2015

d’Orfeu multiplica parcerias: agora nos festivais Andanças e Bons Sons! 
Daniel Pereira - Cordofonias é um dos grupos OuTonalidades a apresentar-se no Bons Sons

A d’Orfeu Associação Cultural foi convidada como parceira de programação dos Festivais Andanças e Bons Sons, que decorrem, respectivamente, de 3 a 9 de Agosto na Barragem de Póvoa e Meadas (Castelo de Vide) e de 13 a 16 de Agosto em Cem Soldos (Tomar). Enquanto lança alguns nomes nestes palcos de Verão privilegiados, a 19ª edição do OuTonalidades está a ser preparada.


O Andanças cumpre 20 edições este ano, um marco celebrado em todas as vertentes do festival, que convidou um conjunto de entidades a programar, marcando com a sua vocação e motivação a programação global do festival. O contributo da d’Orfeu incidiu fundamentalmente na área de programação das danças e músicas do mundo, onde se destaca o concerto de Yacine & The Oriental Groove, projeto liderado pelo catalão-argentino Yacine acompanhado pelo laudista grego Yannis Papaioanou, considerado o Jimi Hendrix do alaúde elétrico (sendo um dos projectos da bolsa OuTonalidades 2015), mas também o baile swing de Stomping at Six, os concertos e rodas do Samba Sem Fronteiras, o baile lusofónico de Gurí, danças urbanas com Light Roots, dança oriental com Elsa Shams, percussão e danças brasileiras com a Arte Pura Capoeira, ou o Forró Universitário Pablo Dias, entre outros projectos. Para além do apoio à programação, a d’Orfeu marca ainda presença no Andanças 2015 com a produção técnica de um dos palcos a seu cargo, além da apresentação de duas criações próprias: “Muito Riso, Muito Riso” a 4 de Agosto e “Reportório Osório” nos dias 6 e 8 de Agosto.

Na semana seguinte, a d’Orfeu dá o nome OuTonalidades a um dos palcos do Festival Bons Sons para ali apresentar quatro dos 100 projectos que integram a Bolsa de Grupos deste ano do “OuTonalidades - circuito português de música ao vivo”: Penicos de Prata (13 Agosto), Minta & The Brook Trout (14 Agosto), Edu Miranda Trio (15 Agosto), Daniel Pereira Cristo – Cordofonias (16 Agosto). O Festival Bons Sons decorre de 13 a 16 de Agosto em Cem Soldos, Tomar, aldeia que caminha para ser a nova capital da música portuguesa, dado ser um local privilegiado para o encontro de agentes, produtores e media nacionais e estrangeiros que, em poucos dias, podem ficar a conhecer o amplo espectro da produção musical portuguesa da actualidade. É neste contexto que surge esta nova parceria de programação da d’Orfeu, que reinventa continuamente o OuTonalidades, prosseguindo a sua missão de incentivo à circulação da música ao vivo, num trabalho em rede cujas sinergias extravasam o tempo e os espaços do próprio evento.

Além disto, o OuTonalidades 2015 tem ainda pontes de cooperação internacional com a Fira Mediterrània, Tradicionàrius e L'Oca Rosa (Catalunha, Espanha), Festival Les Traversées Tatihou e Festival Musique sous les Embruns (Normandia, França), Alcanadre (La Rioja, Espanha), Festival Vibra Balboa (Galiza, Espanha) e Artistas en Ruta (toda a Espanha), festivais ou circuitos com os quais estabelece intercâmbio de grupos. Entretanto, encontra-se em fase final de programação a 19ª edição do circuito, que decorrerá por todo o país de Setembro e Dezembro deste ano, cujo calendário de concertos será brevemente anunciado.

terça-feira, 28 de julho de 2015

Foi um Festim de emoções, em palco e fora dele!

Festim cumpriu a sua 7ª edição! Mais noites para a região recordar.
Chegou ao fim o Festim 2015, no último fim-de-semana, com os cabo-verdianos Ferro Gaita a encerrar esta memorável 7ª edição do festival intermunicipal de músicas do mundo. Um total de 17 concertos levou emoções fortes à rede dos seis Municípios parceiros: Águeda, Albergaria-a-Velha, Sever do Vouga, Ovar, Estarreja e Oliveira do Bairro.

O Festim 2015 teve a honra de abrir com Kepa Junkera & Sorginak, num regresso do notável e consagrado mago da trikitixa. No fim-de-semana seguinte chegaram os primeiros concertos de sala, com a música celta bretã do Jacky Molard Quartet. Depois aterrou o Extremo Oriente, com o grupo sul-coreano Noreum Machi. A meio do Festim dois grupos marcaram presença no mesmo fim-de-semana, com os brasileiros Hamilton de Holanda e Diogo Nogueira em Bossa Negra e o concerto especial dos 40 anos dos portugueses Brigada Victor Jara. Seguiu-se um dos melhores baixistas do mundo, Richard Bona, que veio ao Festim em dose tripla. Já na recta final do Festim os Argentinos Orquesta Típica Fernández Fierro surpreenderam com o seu tango rockeiro e os Ferro Gaita encerraram em tom de festa!

Águeda, Albergaria-a-Velha, Sever do Vouga, Ovar, Estarreja e Oliveira do Bairro acolheram de novo o Festim, uma aposta conjunta que se revela fundamental para conseguir reunir elencos de luxo como o desta incomparável 7ª edição. O reconhecimento do Festim consolida-se como uma imagem de marca da região, tanto pela programação ímpar de artistas de projecção internacional, como pela crescente conquista e fidelização de públicos locais e visitantes. Cerca de oito mil espectadores embarcaram nesta viagem pela diversidade multicultural dos concertos Festim, vibraram e deixaram-se encantar pelo elevado nível artístico de todas as propostas musicais, sem excepção, que alternaram entre as melhores salas da região e vários recintos ao ar livre. Igualmente a nível internacional o Festim reforça a sua marca, com a recente conquista do selo de qualidade EFFE (Europe For Festivals, Festivals for Europe), além de ser o único membro português do “European Forum of Worldwide Music Festivals”. É uma iniciativa d’Orfeu em parceria com os seis Municípios da rede, juntamente com o apoio oficial da Secretaria de Estado da Cultura / Direcção-Geral das Artes.

terça-feira, 21 de julho de 2015

Último fim-de-semana do Festim 2015, com Ferro Gaita!

Para fechar o Festim, Ferro Gaita e a alma festiva de Cabo Verde!

QUI 23 JULHO, 22:00 – ÁGUEDA

Largo 1º de Maio (Agitágueda)
SEX 24 JULHO, 22:00 – ALBERGARIA-A-VELHA
Parque da Mobilidade
SÁB 25 JULHO, 22:00 – OVAR
Praça da República



O nome Ferro Gaita vem da combinação de dois instrumentos: o ferro (pedaço de metal tocado com uma faca) e a gaita (concertina, como a conhecemos em Portugal), utilizados num dos géneros musicais de Cabo Verde, o funaná. Em contraponto à doçura da morna, os Ferro Gaita apresentam uma música enérgica e desbravam novos caminhos para a música cabo-verdiana, ao juntar-lhe a bateria, o baixo, os sopros. Além do funaná, tocam também o batuque e a tabanka, viajando pelo mundo e acumulando prémios e actuações ao vivo sempre surpreendentes, como vêm a ser estas a fechar o Festim!

13 Junho a 25 Julho 2015  |  7ª edição
ÁGUEDA * ALBERGARIA-A-VELHA * SEVER DO VOUGA
OVAR * ESTARREJA * OLIVEIRA DO BAIRRO 

Kepa Junkera & Sorginak (País Basco, Espanha)
Jacky Molard Quartet (Bretanha, França)
Noreum Machi (Coreia do Sul)
Hamilton de Holanda e Diogo Nogueira (Brasil)
Brigada Victor Jara (Portugal)
Richard Bona (Camarões)
Orquesta Típica Fernández Fierro (Argentina)
Ferro Gaita (Cabo Verde)

sexta-feira, 10 de julho de 2015

O tango argentino promete arrasar no Festim!

De Buenos Aires, a poderosa Orquesta Típica Fernández Fierro!


QUI 16 JULHO, 22:00 – ÁGUEDA
Largo 1º de Maio (Agitágueda)
SÁB 18 JULHO, 22:00 – SEVER DO VOUGA
Parque Urbano



Directamente de Buenos Aires para o Festim, esta orquestra de tango apresenta uma atitude inigualável em palco. Tocam tango com alma roqueira – ou será rock com alma tangueira? - e renovaram radicalmente a cena musical argentina, com recurso apenas à potência acústica dos instrumentos clássicos do tango, numa frente sonora de bandoneóns e violinos. A Orquesta Típica Fernández Fierro eleva cada canção a um limiar de vida ou morte, com a impressionante entrega dos seus músicos. Eis no Festim um dos grupos mais agressivamente contemporâneos da história do tango!              

13 Junho a 25 Julho 2015  |  7ª edição
ÁGUEDA * ALBERGARIA-A-VELHA * SEVER DO VOUGA
OVAR * ESTARREJA * OLIVEIRA DO BAIRRO 

Kepa Junkera & Sorginak (País Basco, Espanha)
Jacky Molard Quartet (Bretanha, França)
Noreum Machi (Coreia do Sul)
Hamilton de Holanda e Diogo Nogueira (Brasil)
Brigada Victor Jara (Portugal)
Richard Bona (Camarões)
Orquesta Típica Fernández Fierro (Argentina)
Ferro Gaita (Cabo Verde)

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Orquestra Percussiva de Águeda prepara a sua grande noite!


Esta quarta à noite, 8 de Julho, no palco do Agitágueda

Espectáculo comunitário da opÁ!
com mais de 100 jovens em palco

A opÁ! - orquestra percussiva de Águeda regressa ao palco do Agitágueda a 8 de Julho de 2015 (quarta-feira), pelas 22 horas, para mais um grande espectáculo comunitário. Em palco estarão mais de 100 crianças e jovens oriundos de diversas instituições sociais do concelho, entre outros convidados especiais e, como novidade este ano, os alunos da EMtrad' - escola de música tradicional.

A d'Orfeu, em parceria com o Município de Águeda, prossegue a aposta neste projecto inclusivo de cariz social, pedagógico e criativo, convidando o público a acompanhar uma viagem rítmica inspirada em músicas, coreografias e imaginários do cancioneiro nacional. Aos instrumentos de percussão, construídos a partir de materiais reciclados, junta-se uma série de instrumentos inesperados, nada mais que objectos comuns do dia-a-dia com finalidades muito distantes da realidade musical.

A opÁ! distingue-se pelo seu carácter inovador e original, pretendendo ser mais do que uma simples orquestra de percussão. O valor humano está intrínseco ao projecto, que assume uma dimensão social, ao ter por missão o envolvimento dos jovens em comunidade e sensibilizá-los para o associativismo, a música, a cultura e a sustentabilidade.

Um espectáculo a não perder, que vai fazer retumbar, novamente, o palco do AgitÁgueda!

www.dorfeu.pt/opa

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Os 40 anos da Brigada no Festim, em noite única!


    O Festim festeja a efeméride. É que a nossa música também é do mundo!
Brigada Victor Jara em concerto especial, este sábado no Festim!

SÁB 4 JULHO, 22:00 – SEVER DO VOUGA
Parque Urbano (entrada livre)




40 anos de Brigada Victor Jara. Este é um concerto único e especial, por uma das maiores referências da música tradicional portuguesa nas últimas décadas. A efeméride encontra a Brigada num momento maduro da sua existência criativa, com a frescura contemporânea dos arranjos e o grande talento dos actuais músicos. Os seus concertos e a sua discografia, integralmente reeditada neste ano de 2015, reflectem a diversidade regional do cancioneiro português e o contributo inigualável que o colectivo coimbrão tem dado à memória da música em Portugal.      


13 Junho a 25 Julho 2015  |  7ª edição
ÁGUEDA * ALBERGARIA-A-VELHA * SEVER DO VOUGA
OVAR * ESTARREJA * OLIVEIRA DO BAIRRO 

Kepa Junkera & Sorginak (País Basco, Espanha)
Jacky Molard Quartet (Bretanha, França)
Noreum Machi (Coreia do Sul)
Hamilton de Holanda e Diogo Nogueira (Brasil)
Brigada Victor Jara (Portugal)
Richard Bona (Camarões)
Orquesta Típica Fernández Fierro (Argentina)
Ferro Gaita (Cabo Verde)

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Richard Bona, o nome maior deste Festim 2015!


             O Festim traz um dos maiores vultos da world music à região
Richard Bona em dose tripla no Festim!

QUI 9 JULHO, 22:00 – ÁGUEDA
Largo 1º Maio (Agitágueda)
SEX 10 JULHO, 22:00 – ALBERGARIA-A-VELHA
Cineteatro Alba
SÁB 11 JULHO, 22:00 – OVAR
Praia de Esmoriz



Richard Bona, um dos maiores baixistas do mundo, é uma lenda viva. Ter nascido numa pequena aldeia africana não o impediu de vir a tocar com nomes como Pat Metheny, Chick Corea ou Bobby McFerrin. Talento puro, diz-se que Bona tem o dom de aprender a tocar qualquer instrumento apenas por observar. Cantor, compositor, multi-instrumentista, Bona mistura as raízes africanas com o jazz contemporâneo, num mapa de sonoridades que vai da balada ao rock tropical, passando pela rumba e pela fusão. Bona estará no Festim acompanhado pela sua banda inter-racial, para três concertos de nível mundial. 


13 Junho a 25 Julho 2015  |  7ª edição
ÁGUEDA * ALBERGARIA-A-VELHA * SEVER DO VOUGA
OVAR * ESTARREJA * OLIVEIRA DO BAIRRO 

Kepa Junkera & Sorginak (País Basco, Espanha)
Jacky Molard Quartet (Bretanha, França)
Noreum Machi (Coreia do Sul)
Hamilton de Holanda e Diogo Nogueira (Brasil)
Brigada Victor Jara (Portugal)
Richard Bona (Camarões)
Orquesta Típica Fernández Fierro (Argentina)
Ferro Gaita (Cabo Verde)


terça-feira, 30 de junho de 2015

Dois monstros da música brasileira no Festim, esta semana!


          Hamilton de Holanda e Diogo Nogueira:
o Festim em modo Bossa Negra!

QUI 2 JULHO, 22:00 – ALBERGARIA-A-VELHA
Quinta do Torreão (Albergaria ConVida)
SEX 3 JULHO, 22:00 – ESTARREJA
Cine-Teatro de Estarreja



Dois dos maiores expoentes da nova geração da música brasileira - o cantor e estrela do samba Diogo Nogueira e o bandolinista Hamilton de Holanda - fundem os seus universos musicais no concerto Bossa Negra, sob inspiração do afro-samba. Um olhar brasileiro sem rótulo único, em magníficos duetos de voz e bandolim que só artistas deste estirpe conseguiriam engendrar. O concerto cruza samba, choro e jazz numa linguagem inédita, fazendo jus ao talento dos protagonistas, magistralmente acompanhados ao contrabaixo e à percussão. Festim sem este Brasil não seria a mesma coisa!


13 Junho a 25 Julho 2015  |  7ª edição
ÁGUEDA * ALBERGARIA-A-VELHA * SEVER DO VOUGA
OVAR * ESTARREJA * OLIVEIRA DO BAIRRO 

Kepa Junkera & Sorginak (País Basco, Espanha)
Jacky Molard Quartet (Bretanha, França)
Noreum Machi (Coreia do Sul)
Hamilton de Holanda e Diogo Nogueira (Brasil)
Brigada Victor Jara (Portugal)
Richard Bona (Camarões)
Orquesta Típica Fernández Fierro (Argentina)
Ferro Gaita (Cabo Verde)


quarta-feira, 24 de junho de 2015

Do Extremo Oriente, Noreum Machi no Festim 2015!


          Depois de País Basco e Bretanha, o Festim propõe viagem ao outro lado do mundo 

Este fim-de-semana, directamente da Coreia do Sul, Noreum Machi!

SEX 26 JUNHO, 22:00 – OVAR
Jardim do Cáster
SÁB 20 JUNHO, 22:00 – SEVER DO VOUGA
Parque Urbano (Feira do Mirtilo)


O grupo sul-coreano Noreum Machi conjuga uma alucinante técnica de percussão de tambores e cantos xamânicos, com danças e rituais ancestrais da velha tradição oriental. Apresentam um espectáculo original que funde tradição, exotismo e modernidade, conquistando o público através da profunda emoção da sua performance. Instalado o transe, os Noreum Machi partem para cavalgadas rítmicas de deixar os olhos em bico. Com uma energia digna de Festim, transformam a percussão tradicional coreana em algo que soa tremendamente contemporâneo. O Extremo Oriente chega ao Festim!

13 Junho a 25 Julho 2015  |  7ª edição
ÁGUEDA * ALBERGARIA-A-VELHA * SEVER DO VOUGA
OVAR * ESTARREJA * OLIVEIRA DO BAIRRO 

Kepa Junkera & Sorginak (País Basco, Espanha)
Jacky Molard Quartet (Bretanha, França)
Noreum Machi (Coreia do Sul)
Hamilton de Holanda e Diogo Nogueira (Brasil)
Brigada Victor Jara (Portugal)
Richard Bona (Camarões)
Orquesta Típica Fernández Fierro (Argentina)
Ferro Gaita (Cabo Verde)

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Já começou o Festim! Águeda e Estarreja estiveram com Kepa Junkera!


Kepa Junkera & Sorginak fizeram vibrar o público em Águeda e Estarreja 

Começou o Festim.
Jacky Molard é o virtuoso que se segue!

SEX 19 JUNHO, 22:00 – OLIVEIRA DO BAIRRO
Quartel das Artes Dr. Alípio Sol
SÁB 20 JUNHO, 22:00 – ALBERGARIA-A-VELHA
Cineteatro Alba


Kepa Junkera abriu Festim 2015 © foto Natacha Sampaio

A 7ª edição do Festim arrancou no último fim-de-semana, em Águeda e Estarreja, com os concertos de Kepa Junkera & Sorginak. Apesar do tempo de chuva, largas centenas de pessoas marcaram presença na dupla abertura do festival intermunicipal e não deram o tempo por mal empregue. O virtuosismo de Kepa e o pulsar das Sorginak cativaram o público, em dois concertos em crescendo, marcando o afecto do público da região pelo músico basco. O Festim prossegue a 19 e 20 de Junho, com Jacky Molard Quartet (Bretanha, França), em Oliveira do Bairro e Albergaria-a-Velha.


13 Junho a 25 Julho 2015  |  7ª edição
ÁGUEDA * ALBERGARIA-A-VELHA * SEVER DO VOUGA
OVAR * ESTARREJA * OLIVEIRA DO BAIRRO 

Kepa Junkera & Sorginak (País Basco, Espanha)
Jacky Molard Quartet (Bretanha, França)
Noreum Machi (Coreia do Sul)
Hamilton de Holanda e Diogo Nogueira (Brasil)
Brigada Victor Jara (Portugal)
Richard Bona (Camarões)
Orquesta Típica Fernández Fierro (Argentina)
Ferro Gaita (Cabo Verde)